Introdução

Esta mquina um cortador de relva com transporte de utilizador e cilindro de lminas destinada a ser utilizada por operadores profissionais contratados em aplicaes comerciais. Foi principalmente concebida para cortar a relva em parques, campos de golfe, campos desportivos e relvados comerciais bem mantidos. No foi concebida para cortar arbustos, cortar relva e outras ervas ao longo de autoestradas nem para utilizaes agrcolas.

Leia estas informaes cuidadosamente para saber como utilizar o produto, como efetuar a sua manuteno de forma adequada, evitar ferimentos pessoais e danos no produto. A utilizao correta e segura do produto da exclusiva responsabilidade do utilizador.

Pode contactar a Toro diretamente em www.Toro.com para obter informaes sobre materiais de formao de operao e segurana dos produtos, informaes sobre acessrios, para obter o contacto de um revendedor ou para registar o seu produto.

Sempre que necessitar de assistncia, peas genunas Toro ou informaes adicionais, entre em contacto com um servio de assistncia autorizado ou com o servio de assistncia Toro, indicando os nmeros de modelo e de srie do produto. Os nmeros de modelo e de srie encontram-se numa chapa montada no lado esquerdo da estrutura por baixo do apoio de p. Escreva os nmeros no espao fornecido.

Este manual identifica potenciais perigos e tem mensagens de segurana identificadas pelo smbolo de alerta de segurana (Figure 1), que identificam perigos que podem provocar ferimentos graves ou mesmo a morte, se no respeitar as precaues recomendadas.

g000502

Este manual utiliza 2 palavras para destacar informaes. A palavra Importante chama a ateno para informaes especiais de ordem mecnica e a palavra Nota sublinha informaes gerais que requerem especial ateno.

Este produto cumpre todas as diretivas europeias relevantes. Para mais informaes, consulte a folha de Declarao de conformidade em separado, especfica do produto.

Aviso

CALIFORNIA

Proposition 65 Warning

É do conhecimento do Estado da Califórnia que um ou vários produtos químicos deste produto podem provocar cancro, defeitos congénitos ou outros problemas reprodutivos.

É do conhecimento do Estado da Califórnia que os gases de escape a alguns dos componentes deste veículo contêm químicos que podem provocar cancro, defeitos congénitos ou outros problemas reprodutivos.

Utilizar ou operar o motor em qualquer terreno com floresta, arbustos ou relva uma violao da seco 4442 ou 4443 do cdigo de recursos pblicos da Califrnia exceto se o motor estiver equipado com uma proteo contra chamas, como definido na seco 4442, mantido em boas condies ou o motor for construdo equipado e mantido para a preveno de fogo.

Close section

Segurança

A utilizao ou manuteno indevida do veculo por parte do utilizador ou do proprietrio pode provocar leses. De modo a reduzir o risco de ferimentos, dever respeitar estas instrues de segurana e prestar sempre ateno ao smbolo de alerta de segurana, que indica Cuidado, Aviso ou Perigo – “instruo de segurana pessoal. O no cumprimento desta instruo pode resultar em acidentes pessoais ou mesmo em morte.

Prticas de utilizao segura

As seguintes instrues pertencem s normas ENISO5395:2013 e ANSIB71.4-2012.

Formao

  • Leia atentamente o Manual do utilizador e o restante material de formao. Familiarize-se com os controlos, sinais de segurana e com a utilizao apropriada do equipamento.

  • Nunca permita que se aproximem do cortador crianas ou pessoas que desconheam as instrues de utilizao e manuteno do cortador. Os regulamentos locais podem determinar restries relativamente idade do utilizador.

  • Nunca corte a relva com pessoas por perto, sobretudo no caso de crianas ou animais de estimao.

  • No se esquea que o operador ou utilizador o nico responsvel por qualquer acidente e outros perigos causados a outrem ou aos seus bens.

  • No transporte passageiros.

  • Os condutores e mecnicos devem procurar receber formao profissional. A formao dos utilizadores da responsabilidade do proprietrio. Esta instruo deve realar o cuidado e a concentrao a ter durante a utilizao deste tipo de equipamento.

  • O proprietrio/utilizador pode evitar e responsvel por acidentes ou leses, ou por danos provocados propriedade.

Close section

Preparao

  • Enquanto cortar a relva, use sempre calado antiderrapante, calas compridas, culos de segurana e proteo auricular.

  • Examine atentamente a rea onde ir utilizar o equipamento, retirando qualquer objeto que possa ser projetado pela mquina.

  • Substitua os silenciadores avariados.

  • Verifique o estado do terreno para determinar quais os acessrios e engates necessrios para executar a tarefa de forma adequada e segura. Utilize apenas acessrios e engates aprovados pelo fabricante.

  • Verifique que os comandos de presena do utilizador, os interruptores de segurana e os resguardos esto corretamente montados e a funcionar corretamente. No utilize a mquina se estes componentes no estiverem a funcionar corretamente.

Close section

Manuseamento seguro dos combustveis

  • Para evitar leses pessoais ou danos materiais, tenha um cuidado extremo no manuseamento do combustvel. O gasleo extremamente inflamvel e os vapores so explosivos.

  • Apague todos os cigarros, charutos, cachimbos e outras fontes de ignio.

  • Utilize apenas recipientes aprovados para combustvel.

  • Nunca retire a tampa do depsito, nem adicione combustvel quando o motor se encontrar em funcionamento.

  • Deixe o motor arrefecer antes de adicionar combustvel.

  • Nunca ateste a mquina no interior.

  • Nunca guarde a mquina ou o recipiente de combustvel onde uma fonte de fogo, fasca ou luz piloto, como junto de uma caldeira ou outros eletrodomsticos.

  • Nunca encha recipientes no interior de um veculo ou camio ou atrelado com um revestimento de plstico. Coloque sempre os recipientes no cho, longe do veculo, antes de os encher.

  • Retire o equipamento do camio ou do atrelado e abastea-o no cho. Se tal no for possvel, abastea com um recipiente porttil e no a partir do bico de abastecimento normal.

  • Mantenha o bico sempre em contacto com o anel exterior do depsito de combustvel ou com a abertura do recipiente at concluir a operao. No utilize um dispositivo de abertura do bico.

  • Se o combustvel for derramado para cima da roupa, mude de roupa imediatamente.

  • Nunca encha demasiado o depsito de combustvel. Volte a colocar a tampa do combustvel e aperte-a bem.

Close section

dos interruptores

  • No utilize o motor em espaos confinados onde se acumulem gases de monxido de carbono e de exausto.

  • A operao de corte deve ser efetuada apenas com luz natural ou com iluminao artificial adequada.

  • Antes de tentar pr o motor a funcionar, desative as embraiagens de engate das lminas, coloque a alavanca das mudanas em ponto morto e aplique o travo de estacionamento.

  • Use contrapeso(s) ou pesos de rodas como identificado no Manual do utilizador.

  • Esteja atento a buracos no terreno e a outros perigos ocultos.

  • Tome ateno ao trfego quando utilizar a mquina perto de vias de circulao ou sempre que tiver de atravess-las.

  • Pare a rotao das lminas antes de atravessar superfcies que no sejam relvadas.

  • Quando utilizar algum engate, nunca efetue descargas se houver algum por perto, nem permita que algum se aproxime da mquina enquanto esta estiver a funcionar.

  • Nunca utilize a mquina com coberturas ou protees danificadas, ou sem os dispositivos de segurana devidamente colocados. Certifique-se de que todos os interruptores de segurana se encontram montados, ajustados e a funcionar corretamente.

  • No altere os valores do regulador do motor, nem acelere o motor excessivamente. Se utilizar o motor a velocidades excessivas, pode aumentar o risco de danos pessoais.

  • Antes de abandonar o lugar do utilizador, faa o seguinte:

    • Pare numa zona nivelada.

    • Desative a tomada de fora e desa os acessrios.

    • Mude para o ponto morto e engate o travo de estacionamento.

    • Pare o motor e retire a chave.

  • Desative a transmisso dos engates durante o transporte ou quando no os estiver a utilizar.

  • Pare o motor e desative a transmisso do engate para o seguinte:

    • Antes de reabastecer

    • Antes de retirar os recetores de relva

    • Antes de fazer ajustes da altura, a no ser que o mesmo possa ser feito a partir do lugar do condutor

    • Antes de resolver as obstrues

    • Antes de examinar, limpar ou trabalhar no cortador

    • Aps embater num objeto estranho ou em caso de vibraes anormais. Inspecione o cortador quanto a danos e proceda a reparaes antes de voltar a utilizar o equipamento

  • Reduza a velocidade do motor ao desligar o motor e, se este estiver equipado com uma vlvula de corte, desligue a alimentao do combustvel ao terminar o trabalho de corte.

  • Mantenha mos e ps afastados das unidades de corte.

  • Antes de recuar, olhe para trs e para baixo de modo a evitar acidentes.

  • Abrande e tome as precaues necessrias quando virar e atravessar estradas ou passeios. Desative os cilindros quando terminar a operao de corte.

  • No utilize a mquina se se encontrar cansado, doente ou sob o efeito de lcool ou drogas.

  • Os raios podem causar ferimentos graves ou morte. Se forem vistos raios ou ouvidos troves na rea, no opere a mquina – procure abrigo.

  • Tome todas as precaues necessrias quando colocar ou retirar a mquina de um atrelado ou camio.

  • Tome todas as precaues necessrias quando se aproximar de esquinas sem visibilidade, arbustos, rvores ou outros objetos que possam obstruir o seu campo de viso.

Close section

Segurana em declives

  • Abrande a mquina e tome todas as precaues quando utilizar a mquina em declives. Quando utilizar a mquina em inclinaes, conduza na direo recomendada. As condies da relva podero afetar a estabilidade da mquina.

  • Evite arrancar, parar ou virar num declive. Se os pneus perderem trao, dever desengatar a(s) lmina(s) e descer lentamente o declive.

  • No faa curvas apertadas. Tenha cuidado ao fazer marcha-atrs.

  • Ao operar a mquina numa inclinao, mantenha sempre todas as unidades de corte descidas.

  • Evite virar a mquina numa inclinao. Se no puder evitar a mudana de direo, faa-o lenta e gradualmente, no sentido descendente.

  • Tenha cuidado adicional ao operar a mquina com engates; estes podem afetar a estabilidade da mquina. Siga as recomendaes de utilizao da mquina num declive que se encontram neste Manual do utilizador.

Close section

Manuteno e armazenamento

  • Guarde todas as porcas e parafusos para se assegurar de que o equipamento funcionar em perfeitas condies.

  • Nunca guarde o veculo com combustvel no depsito, armazenado num local fechado onde os gases possam entrar em contacto com chamas ou fascas.

  • Espere que o motor arrefea antes de o armazenar em ambiente fechado.

  • Para reduzir o risco de incndio, mantenha o motor, silenciador, compartimento da bateria e a rea de armazenamento de combustvel livres de aparas de relva, folhas ou massa lubrificante em excesso.

  • Verifique o nvel de desgaste ou deteriorao do depsito de recolha de relva com frequncia.

  • Mantenha todas as peas em boas condies de trabalho e componentes hidrulicos corretamente apertados. Substitua todos os autocolantes ilegveis e peas danificadas.

  • Se tiver que drenar o depsito de combustvel, faa-o no exterior.

  • Tenha cuidado ao fazer ajustes na mquina, para no entalar os dedos nas lminas em movimento ou em peas fixas da mquina.

  • Em mquinas multicilindros/multirolos esteja atento ao facto de que a rotao de um cilindro pode provocar a rotao de outros cilindros.

  • Desative as transmisses, baixe as unidades de corte, engate o travo de estacionamento, desligue o motor e retire a chave da ignio. Antes de efetuar o ajuste, a limpeza ou a reparao da mquina, aguarde at que esta pare por completo.

  • Elimine as aparas de relva e detritos das unidades de corte, transmisses, silenciadores e do motor, de modo a evitar riscos de incndio. Limpe as zonas que tenham leo ou combustvel derramado.

  • Utilize apoios para suportar os componentes da mquina sempre que necessrio.

  • Cuidadosamente, liberte a presso dos componentes com energia acumulada.

  • Desligue a mquina antes de efetuar qualquer reparao. Desligue o terminal negativo em primeiro lugar e o terminal positivo no final. Ligue o terminal positivo em primeiro lugar e o terminal negativo no final.

  • Tome todas as precaues necessrias quando efetuar a verificao dos cilindros. Use luvas e tome as devidas precaues durante a respetiva manuteno.

  • Mantenha as mos e os ps longe de peas em movimento. Se possvel, no efetue qualquer ajuste quando o motor se encontrar em funcionamento.

  • Carregue as baterias num espao aberto e bem ventilado, longe de fascas e chamas. Retire a ficha do carregador da tomada antes de o ligar bateria/desligar da bateria. Utilize roupas adequadas e ferramentas com isolamento.

Close section

Transporte

  • Tome todas as precaues necessrias quando colocar ou retirar a mquina de um atrelado ou camio.

  • Utilize rampas de largura total para carregar a mquina num atrelado ou camio.

  • Prenda a mquina de forma segura utilizando correias, correntes, cabos ou cordas. As correias frontais e traseiras devem ser direcionadas para baixo e para fora da mquina.

Close section
Close section

Nvel de rudo

Estas unidades apresentam um nvel de potncia acstica garantido de 103dBA, que inclui um Valor de incerteza (K) de 1dBA.

O nvel de potncia acstica foi determinado de acordo com os procedimentos descritos na ISO11094.

Close section

Nvel de presso sonora

Estas unidades apresentam um nvel de presso sonora no ouvido do operador de 86dBA, que inclui um Valor de incerteza (K) de 1dBA.

O nvel de presso acstica foi determinado de acordo com os procedimentos descritos na ENISO5395:2013.

Close section

Nvel de vibrao

Mo-Brao

Nvel de vibrao medido na mo direita = 0,66m/s2

Nvel de vibrao medido na mo esquerda = 0,98m/s2

Valor de incerteza (K) = 0,5 m/s2

Os valores medidos foram determinados de acordo com os procedimentos descritos na ENISO5395:2013.

Close section

Estrutura

Nvel de vibrao medido = 0,31m/s2

Valor de incerteza (K) = 0,15m/s2

Os valores medidos foram determinados de acordo com os procedimentos descritos na ENISO5395:2013.

Close section
Close section

Certificao de emisses do motor

O motor desta mquina possui a conformidade Nvel 4 Final das normas EPA e etapa 3b.

Close section

Autocolantes de segurança e de instruções

Graphic

Os autocolantes de segurana e de instrues so facilmente visveis e situam-se prximo das zonas de potencial perigo. Substitua todos os autocolantes danificados ou perdidos.

decal93-7272
decal93-6696
decal106-6754
decal110-0986
decal106-6755
decal110-9642
r:\decal117-0169
decal110-8921
decal117-2718
decal133-2930
decal133-2931
decalbatterysymbols
decal93-6689
decal125-8754
decal120-4158
decal125-2927
Close section
Close section

Instalação

Note: Determine os lados direito e esquerdo da mquina a partir da posio normal de utilizao.

Ajuste da presso dos pneus

Os pneus so colocados sob presso excessiva aquando do seu envio. Portanto, deve libertar algum ar para reduzir a presso. A presso de ar correta nos pneus dianteiros e traseiros de 0,83 a 1,03bar.

Important: Mantenha sempre uma presso idntica em todos os pneus, de modo a garantir um contacto uniforme com a relva.

Close section

Ajuste da posio do brao de controlo

A posio do brao de controlo pode ser ajustada para seu maior conforto.

  1. Solte os 2 parafusos que prendem o brao de controlo ao suporte de reteno (Figure 2).

    g004152
  2. Rode o brao de controlo at posio desejada e aperte os 2 parafusos.

Close section

Instalao das unidades de corte

Peças necessárias para este passo:

Guia do tubo frontal direito1
Guia do tubo frontal esquerdo1
  1. Retire os motores dos cilindros para fora dos suportes de envio.

    Note: Deite fora os suportes de envio.

  2. Retire as unidades de corte das respetivas embalagens.

  3. Monte e ajuste as unidades de corte conforme descrito no Manual do utilizador das unidades de corte.

  4. Certifique-se de que o contrapeso (Figure 3) est instalado na extremidade adequada da unidade de corte conforme descrito no Manual do utilizador das unidades de corte.

    g003320
  5. Monte a mola de compensao da relva do mesmo lado da unidade de corte que o motor da transmisso do cilindro. Reposicione a mola de compensao de relva como se segue:

    Note: Todas as unidades de corte so enviadas com a mola de compensao de relva montada do lado direito da unidade de corte.

    1. Retire os 2 parafusos de carroaria e porcas que prendem o suporte da barra aos separadores da unidade de corte (Figure 4).

      g003949
    2. Retire a porca flangeada que prende o parafuso com cabea do tubo de mola ao separador da estrutura de suporte (Figure 4). Retire o conjunto.

    3. Monte o parafuso no tubo da mola no separador oposto na estrutura de suporte e prenda com a porca flangeada.

      Note: Posicione a cabea do parafuso para o lado exterior do separador como se mostra na Figure 5.

      g003967
    4. Monte o suporte da barra nos separadores da unidade de corte com os parafusos de carroaria e as porcas (Figure 5).

      Important: Na unidade de corte 4 (frontal esquerda) e na unidade de corte5 (frontal direita), utilize as porcas de montagem do suporte da barra para instalar os guias de tubos na frente dos separadores da unidade de corte (Figure 6 e Figure 7). Os guias de tubos devem inclinar para a unidade de corte central (Figure 7 e Figure 8).

      Note: Quando instalar ou remover as unidades de corte certifique-se de que o contrapino de gancho est montado no orifcio da haste da mola junto ao suporte da barra. Quando no instalar nem remover as unidades de corte, tem de ter instalado o contrapino no furo da extremidade da barra.

      g030896
      g015160
      g019284
  6. Baixe completamente todos os braos de elevao.

  7. Retire o pino de encaixe e tampa da forquilha da articulao do brao de elevao (Figure 9).

    g003975
  8. Nas unidades de corte dianteiras, faa deslizar uma unidade de corte sob o brao de elevao enquanto insere o veio da estrutura de suporte para cima para dentro da forquilha da articulao do brao de elevao (Figure 10).

    g003977
  9. Utilize o seguinte procedimento nas unidades de corte traseiras quando a altura de corte for superior a 19mm.

    1. Retire o pino de sujeio e a anilha que prende o veio da articulao do brao de elevao ao brao de elevao e faa deslizar o veio para fora do brao de elevao (Figure 11).

      g003979
    2. Insira a forquilha do brao de elevao no veio da estrutura de suporte (Figure 10).

    3. Insira o veio do brao de elevao no brao de elevao e prenda-o com a anilha e o pino de sujeio (Figure 11).

  10. Insira a tampa sobre o veio da estrutura de suporte e forquilha do brao de elevao.

  11. Prenda a tampa e o veio da estrutura de suporte forquilha do brao de elevao com o pino de encaixe (Figure 9).

    Note: Utilize a ranhura se pretender direcionar a unidade de corte ou utilize o orifcio se pretender bloquear a unidade de corte na posio.

  12. Prenda a corrente do brao de elevao ao suporte da corrente com o pino de encaixe (Figure 12).

    Note: Utilize o nmero de elos da corrente conforme descrito no Manual do utilizador da unidade de corte.

    g003948
  13. Na unidade de corte 4 (frontal esquerda) e na unidade de corte 5 (frontal direita), insira os tubos do motor do cilindro no respetivo guia de tubos.

  14. Revista o veio estriado do motor do cilindro com massa lubrificante limpa.

  15. Lubrifique o O-ring do motor do cilindro e instale-o na flange do motor.

  16. Instale o motor rodando-o no sentido dos ponteiros do relgio de forma a que as flanges do motor se afastem dos parafusos (Figure 13).

    Note: Rode o motor no sentido contrrio aos ponteiros do relgio at que as flanges envolvam os parafusos e apertem os parafusos.

    Important: Certifique-se de que os tubos do motor do cilindro no esto torcidos, vincados ou em risco de ficarem entalados.

    g004127
Close section

Ajuste da mola de compensao de relva

A mola de compensao de relva transfere peso do cilindro dianteiro para o cilindro traseiro (Figure 14). Isto ajuda a reduzir o efeito ondulado na relva, tambm conhecido como ondulao ou “bobbing.

Important: Faa ajustes na mola com a unidade de corte montada na unidade de trao, a apontar a direito para a frente e descida at ao nvel do cho da oficina.

  1. Certifique-se de que o contrapino do gancho est instalado no orifcio traseiro na haste da mola (Figure 14).

    g003863
  2. Aperte as porcas sextavadas na extremidade dianteira da haste da mola at que o comprimento comprimido da mola seja 12,7cm nas unidades de corte de 12,7cm, ou 15,9cm nas unidades de corte de 17,8cm (Figure 14).

    Note: Quando trabalhar em terrenos agrestes diminua o comprimento da mola em 12,7mm. Isto diminui ligeiramente o seguimento do solo.

Close section

Utilizar o apoio da unidade de corte

Peças necessárias para este passo:

Apoio da unidade de corte1

Sempre que precisar de inclinar a unidade de corte para que a lmina de corte e o cilindro fiquem expostos, coloque um apoio por baixo da traseira da unidade de corte para assegurar que as porcas nos parafusos de ajuste da extremidade traseira da barra de apoio no fiquem apoiadas sobre a superfcie de trabalho (Figure 15).

g003985

Prenda a apoio ao suporte da corrente com o pino de encaixe (Figure 16).

g004144
Close section
Close section

Descrição geral do produto

g216864

Botes de ajuste do banco

A alavanca de ajuste do banco permite-lhe ajustar o banco para a frente e para trs (Figure 18). O manpulo de ajuste do peso ajusta o banco ao seu peso. O indicador de peso indica quando o banco est ajustado ao peso do operador. O manpulo de ajuste da altura ajusta o banco sua altura.

g003954
Close section

Pedal de trao

O pedal de trao permite controlar o avano e recuo da mquina (Figure 19). Pressione a zona superior do pedal para deslocar a mquina para a frente e a zona inferior para deslocar a mquina para trs. A velocidade depende da presso exercida sobre o pedal. Para ausncia de carga, velocidade mxima, defina a velocidade do motor para a posio FAST (Rpido) e exera presso total sobre o pedal.

Para parar, reduza a presso exercida sobre o pedal, at que este volte posio central.

g003955
Close section

Limitador da velocidade de corte

Quando o limitador da velocidade de corte est voltado para cima controla a velocidade de corte e permite que as unidades de corte sejam engatadas (Figure 19). Cada espaador ajusta a velocidade de corte em 0,8 km/h. Quanto mais espaadores tiver na parte de cima do parafuso, mais lenta a velocidade de corte. Para transportar a mquina, empurre para trs o limitador da velocidade de corte para a velocidade mxima de transporte.

Close section

Pedal de travo

Prima o pedal do travo para parar a mquina (Figure 19).

Close section

Travo de estacionamento

Para engatar o travo de estacionamento, empurre para baixo o pedal do travo e pressione a parte de cima para a frente em direo ao trinco (Figure 19). Para libertar o travo de estacionamento, dever pressionar o pedal do travo at que o bloqueio do travo desengate.

Close section

Pedal de inclinao da direo

Para inclinar o volante na sua direo, carregue no pedal, puxe o volante para si para a posio mais confortvel e, em seguida, solte o pedal (Figure 19).

Close section

Interruptor da velocidade do motor

O interruptor da velocidade do motor tem 2 modos de alterar a velocidade do motor (Figure 20). Carregando momentaneamente no interruptor, pode alterar a velocidade do motor em incrementos de 100 rpm. Se pressionar o interruptor, o motor move-se automaticamente para ralenti elevado ou reduzido, dependendo da extremidade do interruptor que for pressionada.

g021208
Close section

Interruptor de ativao/desativao

Utilize o interruptor de ativao/desativao juntamente com a alavanca de controlo de subida/descida das unidades de corte para operar as unidades de corte (Figure 20).

Close section

InfoCenter

O ecr LCD InfoCenter mostra informaes acerca da mquina, por exemplo, o estado de operao e vrios diagnsticos e outras informaes acerca da mquina (Figure 20).

Close section

Ignio

A ignio tem 3 posies: DESLIGAR, FUNCIONAR e ARRANCAR (Figure 20).

Close section

Alavanca de controlo de subida/descida das unidades de corte

Esta alavanca sobe e desce as unidades de corte e aciona e bloqueia as unidades de corte quando as unidades de corte esto ativadas para o modo de CORTE (Figure 20). No pode baixar as unidades de corte quando a alavanca de corte/transporte est na posio de TRANSPORTE.

Close section

Interruptor dos faris

Articule o interruptor para baixo para ligar os faris (Figure 20).

Close section

Alavancas de retificao

Utilize as alavancas de retificao juntamente com a alavanca de controlo de subida/descida das unidades de corte para retificar os cilindros (Figure 21).

g021209
Close section

Indicador de restrio do filtro hidrulico

Com o motor a funcionar na temperatura de operao normal, certifique-se de que o indicador est na zona verde (Figure 22). Quando o indicador estiver na zona vermelha, deve substituir os filtros hidrulicos.

g004132
Close section

Ponto de corrente

O ponto de corrente uma fonte de alimentao de 12 V para dispositivos eletrnicos (Figure 23).

g004133
Close section

Utilizao do ecr LCD InfoCenter

O ecr LCD InfoCenter apresenta informaes sobre sua mquina, como o estado de utilizao, os vrios diagnsticos e outras informaes sobre a mquina (Figure 24). Existe um ecr de inicializao e um ecr de informaes principal do InfoCenter. Pode alternar entre o ecr de inicializao e o ecr de informaes principal a qualquer altura pressionando qualquer um dos botes do InfoCenter e, em seguida, selecionando a seta direcional adequada.

g020650
  • Boto esquerdo, Boto de acesso ao menu/retroceder – pressione este boto para aceder aos menus InfoCenter. Tambm o pode utilizar para sair de qualquer menu que esteja a utilizar.

  • Boto do meio – pressione este boto para se deslocar pelos menus.

  • Boto para a direita – pressione este boto para abrir um menu em que uma seta para a direita indica contedo adicional.

Note: O objetivo de cada boto pode mudar, dependendo do que requerido no momento. Cada boto ter a indicao de um cone apresentando a funo atual.

Close section

Descrio dos cones do InfoCenter

SERVICE DUEIndica quando deve ser efetuada a manuteno programada
GraphicRPM/estado do motor – indica a velocidade do motor (rpm)
GraphicContador de horas
Graphiccone info
GraphicRpido
GraphicLento
GraphicNvel de combustvel
Graphic necessria regenerao estacionria.
GraphicAs velas de incandescncia esto ativas.
GraphicLevante as unidades de corte.
GraphicBaixe as unidades de corte.
GraphicSente-se no banco.
GraphicO travo de estacionamento est engatado.
GraphicA gama alta (transporte).
GraphicPonto-morto
GraphicA gama baixa (corte).
GraphicTemperatura do lquido de arrefecimento do motor (°C ou °F)
GraphicTemperatura (quente)
GraphicA tomada de fora est engatada.
GraphicNo permitido.
GraphicLigar o motor.
GraphicDesligue o motor.
GraphicMotor
GraphicIgnio
GraphicAs unidades de corte esto a descer.
GraphicAs unidades de corte esto a subir.
GraphicPIN
GraphicCAN bus
GraphicInfoCenter
GraphicAvariado ou com falha
GraphicLmpada
GraphicSada do controlador TEC ou fio de controlo na cablagem
GraphicInterruptor
GraphicLiberte o interruptor.
GraphicAltere para o estado indicado.
Os smbolos so frequentemente combinados para formar frases. So mostrados alguns exemplos a seguir 
GraphicColoque a mquina em ponto-morto.
GraphicArranque do motor negado.
GraphicDesligamento do motor
GraphicO lquido de arrefecimento do motor est muito quente.
GraphicNotificao de acumulao de cinzas no DPF — Consulte Assistncia ao catalisador de oxidao diesel (DOC) e filtro de fuligem para mais informaes.
GraphicSentar ou engatar o travo de estacionamento
Close section

Utilizao dos menus

Para aceder ao sistema de menus InfoCenter, pressione o boto de acesso ao menu quando est no menu principal. Isto vai lev-lo ao menu principal. Consulte as tabelas seguintes para obter uma sinopse das opes disponveis dos menus:

Menu principal
Item de menuDescrio
FalhasContm uma lista da falhas recentes da mquina. Consulte o Manual de manuteno ou contacte o distribuidor autorizado Toro para mais informaes acerca do menu de falhas e as informaes a contidas.
ServioContm informaes sobre a mquina, por exemplo, contadores das horas de utilizao e outros nmeros semelhantes.
DiagnsticoApresenta o estado de cada interruptor, sensor e sada de controlo da mquina. Pode utilizar isto para solucionar determinados problemas, uma vez que o informa rapidamente que controlos da mquina esto ligados e quais esto desligados.
DefiniesPermite-lhe personalizar e modificar as variveis de configurao no ecr InfoCenter.
AcercaIndica o nmero do modelo, nmero de srie e verso de software da sua mquina.
Servio
Item de menuDescrio
HoursIndica o nmero total de horas em que a mquina, o motor e a tomada de fora estiveram a funcionar, bem como o nmero de horas em que a mquina foi transportada e assistncia devida.
CountsIndica as vrias contagens que a mquina sofreu.
Diagnstico
Item de menuDescrio
Unidades de corteIndica os dados de introduo, qualificao e sada para elevar e descer as unidades de corte.
Gama alta/baixaIndica os dados de introduo, qualificao e sada para conduzir no modo de transporte.
PTOIndica os dados de introduo, qualificao e sada para permitir o circuito da tomada de fora.
Engine RunIndica os dados de introduo, qualificao e sada para ligar o motor.
retificao por retrocesso (backlap)Indica os dados de introduo, qualificao e sada para operar a funo de retificao.
Definies
Item de menuDescrio
UnidadesControla as unidades utilizadas no InfoCenter. As escolhas do menu so ingls ou mtricas
IdiomaControla o idioma utilizado no InfoCenter*.
Retroiluminao LCDControla o brilho do ecr LCD.
Contraste LCDControla o contraste do ecr LCD.
Velocidade do cilindro de retificao frontalControla a velocidade dos cilindros frontais no modo de retificao.
Velocidade do cilindro de retificao traseiroControla a velocidade dos cilindros traseiros no modo de retificao.
Menus protegidosPermite que uma pessoa autorizada pela sua empresa tenha acesso a menus protegidos utilizando o PIN.
Ralenti automticoControla a quantidade de tempo permitido antes de o motor regressar a baixo ralenti quando a mquina est estacionria.
Contagem das lminasControla o nmero de lminas no cilindro para a velocidade do cilindro.
Vel. de corteControla a velocidade para determinar a velocidade do cilindro.
Altura de corteControla a altura de corte para determinar a velocidade do cilindro.
RPM do cilindro frontalIndica a posio da velocidade calculada do cilindro dos cilindros frontais. Os cilindros podem ser ajustados manualmente.
RPM cilindro traseiroIndica a posio da velocidade calculada do cilindro dos cilindros traseiros. Os cilindros podem ser ajustados manualmente.

* Apenas o texto “voltado para o utilizador traduzido. Os ecrs de falhas, assistncia e diagnstico so “voltados para a assistncia. Os ttulos surgem no idioma selecionado, mas os itens de menu esto em ingls.

Acerca
Item de menuDescrio
ModeloIndica o nmero do modelo da mquina.
NSIndica o nmero de srie da mquina.
Reviso do controlador da mquinaIndica a reviso de software do controlador principal.
Reviso InfoCenterIndica a reviso de software do InfoCenter.
CAN BusIndica o estado communication bus da mquina.
Close section

Menus protegidos

H 8 definies de configurao de funcionamento que so ajustveis no menu de definies do InfoCenter: atraso tempo ralenti automtico, contagem das lminas, velocidade de corte, altura de corte, RPM cilindro frontal e RPM cilindro traseiro. Estas definies podem ser bloqueadas utilizando o Menu Protegido.

Note: No momento da entrega, programada a palavra-passe inicial pelo distribuidor.

Close section

Aceder aos menus protegidos

Note: O PIN por defeito vindo de fbrica para a sua mquina 0000 ou 1234.Se alterar o PIN e se se esquecer do mesmo, contacte o representante autorizado Toro.

  1. A partir do menu PRINCIPAL, utilize o boto central para ir at ao menu de DEFINIES e prima o boto direito (Figure 25).

    g028523
  2. No menu de DEFINIES, utilize o boto central para ir at ao menu PROTEGIDO e prima o boto direito (Figure 26).

    g028522
  3. Para introduzir o PIN, prima o boto central at surgir o primeiro dgito correto e depois prima o boto direito para avanar para o prximo dgito (Figure 26B e Figure 26C). Repita este passo at o ltimo dgito ser introduzido e prima o boto direito mais uma vez.

  4. Prima o boto do meio para introduzir o PIN (Figure 26D).

    Aguarde at a luz vermelha indicadora do InfoCenter se acender.

    Note: Se o InfoCenter aceitar o PIN e o menu protegido tiver sido desbloqueado, apresentada a palavra “PIN no canto superior direito do ecr.

Note: Se rodar o interruptor da ignio para a posio DESLIGAR e depois para a posio LIGAR bloqueia o menu protegido.

Pode alterar a capacidade para visualizar e alterar as definies no menu protegido. Assim que tiver acedido ao menu protegido, percorra at encontrar a opo de definies protegidas. Utilize o boto direito para alterar a definio. Definir as definies protegidas para DESLIGAR permite visualizar e alterar as definies no menu protegido sem introduzir um PIN. Definir as definies protegidas para LIGAR oculta as opes protegidas e obriga a introduzir o PIN para alterar as definies no menu protegido. Depois de definir o PIN, rode o interruptor da ignio para DESLIGAR e novamente para LIGAR para ativar e gravar esta funcionalidade.

Close section

Ver e alterar as definies do menu Protegido

  1. No menu Protegido, percorra as definies protegidas.

  2. Para ver e alterar as definies sem introduzir uma palavra-passe, utilize o boto direito para alterar as definies protegidas para DESLIGAR.

  3. Para ver e alterar as definies com uma palavra-passe, utilize o boto esquerdo para alterar as definies protegidas para LIGAR, defina a palavra-passe e rode a chave para a posio DESLIGAR e, em seguida, para a posio LIGAR.

Close section

Definir o ralenti automtico

  1. No menu Definies, percorra at Ralenti automtico.

  2. Prima o boto direito para alterar o tempo de ralenti automtico entre DESLIGAR, 8S, 10S, 15S, 20S e 30S.

Close section

Definir a contagem das lminas

  1. No menu de definies, percorra at opo de contagem das lminas.

  2. Pressione o boto direito para alterar a contagem das lminas entre 5, 8 ou 11 lminas.

Close section

Definir a velocidade de corte

  1. No menu Definies, percorra at Velocidade de corte.

  2. Pressione o boto direito para selecionar a velocidade de corte.

  3. Utilize o boto central e direito para selecionar uma velocidade de corte adequada definida no limitador de velocidade de corte mecnico no pedal de trao.

  4. Pressione o boto esquerdo para sair da velocidade de corte e guardar a definio.

Close section

Definir a altura de corte

  1. No menu Definies, percorra at Altura de corte.

  2. Pressione o boto direito para selecionar a altura de corte.

  3. Utilize o boto central e direito para selecionar a definio de altura de corte adequada. (Se no for indicada a definio exata, selecione a definio de altura de corte mais aproximada da lista).

  4. Pressione o boto esquerdo para sair da altura de corte e guardar a definio.

Close section

Definir as velocidades do cilindro frontal e traseiro

Embora as velocidades do cilindro frontal e traseiro sejam calculadas pela introduo do nmero de lminas, velocidade de corte e altura de corte no InfoCenter, a definio pode ser alterada manualmente para acomodar as diferentes condies de corte.

  1. Para alterar as definies de velocidade do cilindro, deslize para baixo para RPM do cilindro frontal, RPM do cilindro traseiro ou ambos.

  2. Pressione o boto direito para alterar o valor de velocidade do cilindro. Quando altera a definio da velocidade, o ecr continua a mostrar a velocidade calculada do cilindro com base na contagem das lminas, velocidade de corte e altura de corte previamente introduzidas, mas tambm indicado o novo valor.

Close section

Note: As especificaes e o desenho do produto esto sujeitos a alteraes sem aviso prvio.

EspecificaesReelMaster® 5410-DReelMaster® 5510-D
Largura de transporte228cm233cm
Largura de corte254cm254cm
Comprimento282cm282cm
Altura160cm160cm
Peso(com unidades de corte de 8 lminas e fluidos)1.335kg1.420kg
MotorYanmar 36cvYanmar 36cv
Capacidade do depsito de combustvel53l53l
Velocidade de transporte0 a 16km/h0 a 16km/h
Velocidade de corte0 a 13 km/h0 a 13 km/h

Engates/acessrios

Est disponvel uma seleo de engates e acessrios aprovados pela Toro para utilizao com a mquina, para melhorar e expandir as suas capacidades. Contacte o distribuidor ou o centro de assistncia autorizado ou v a www.Toro.com para obter uma lista de todos os engates e acessrios aprovados.

Para melhor proteger o seu investimento e manter o desempenho ideal do equipamento Toro, utilize peas genunas Toro. Quando se trata de fiabilidade, a Toro oferece peas sobressalentes concebidas de acordo com as especificaes de engenharia exatas do equipamento. Para sua tranquilidade, insista em peas genunas Toro.

Close section
Close section

Funcionamento

Note: Determine os lados esquerdo e direito da mquina a partir da posio normal de utilizao.

Cuidado

Se deixar a chave na ignio, algum pode ligar acidentalmente o motor e feri-lo a si ou s pessoas que se encontrarem prximo da mquina.

Baixe as unidades de corte at ao solo, engate o travo de estacionamento e retire a chave do interruptor da ignio antes de fazer manuteno ou ajustes na mquina.

Pense em primeiro lugar na segurana

Leia atentamente todas as instrues de segurana e os smbolos referidos na seco sobre segurana. O conhecimento destas informaes contribui para evitar que o utilizador e outras pessoas sofram acidentes.

Perigo

O funcionamento em relva molhada ou inclinaes ngremes pode causar deslizamento e perda de controlo.

  • Nos declives reduza a velocidade e tenha o mximo de cuidado.

  • No opere a mquina perto de gua.

Perigo

Se as rodas tombarem nas bordas dos declives, a mquina pode capotar e provocar ferimentos graves, morte ou afogamento.

No opere a mquina perto de declives muito acentuados.

Perigo

Operar a mquina quando a barra de segurana est descida pode causar ferimentos graves ou morte no caso de capotamento.

Mantenha sempre a barra de segurana totalmente levantada e bloqueada e use o cinto de segurana.

Cuidado

Esta mquina produz nveis de rudo que podem provocar perda de audio, caso utilize a mquina durante longos perodos.

Dever utilizar protees para os ouvidos quando utilizar este mquina.

Recomenda-se a utilizao de equipamento de proteo para os olhos, mos, ouvidos, ps e cabea.

g009027
Close section

Verificao do nvel de leo do motor

Antes de ligar o motor e utilizar a mquina, verifique o nvel do leo no crter do motor; consulte a Verificao do nvel de leo do motor.

Close section

Encher o depsito de combustvel

Perigo

Em determinadas circunstncias, o combustvel extremamente inflamvel e altamente explosivo. Um incndio ou exploso de combustvel pode resultar em queimaduras e danos materiais.

  • Encha os depsitos de combustvel no exterior, num espao aberto, quando o motor estiver frio. Limpe todo o combustvel derramado.

  • Nunca encha os depsitos de combustvel num atrelado fechado.

  • No fume quando se encontrar prximo de combustvel e mantenha-se afastado de todas as fontes de chama ou fascas que possam inflamar os vapores existentes nesse meio.

  • Guarde o combustvel num recipiente aprovado e mantenha longe do alcance das crianas. Nunca adquira mais do que o combustvel necessrio para 30dias.

  • No utilize a mquina sem que todos os componentes do sistema de escape estejam corretamente montados e em boas condies de funcionamento.

Perigo

Em determinadas condies durante o abastecimento, pode ser libertada eletricidade esttica que provoca uma fasca que pode inflamar os vapores do combustvel. Um incndio ou exploso provocado(a) por combustvel pode resultar em queimaduras e danos materiais.

  • Coloque sempre os recipientes de combustvel no cho, longe do veculo, antes de os encher.

  • No encha os recipientes de combustvel no interior de uma carrinha, outro veculo ou um atrelado, porque os revestimentos do interior ou a cobertura de plstico da carrinha podem isolar o recipiente e abrandar a perda de energia esttica do mesmo.

  • Sempre que possvel, retire a mquina do veculo ou do atrelado e encha o depsito da mquina com as respetivas rodas no cho.

  • Se tal no for possvel, abastea a mquina no veculo ou no atrelado a partir de um recipiente porttil e no do bico de abastecimento normal.

  • Se tiver de utilizar um bico de abastecimento, mantenha-o em contacto permanente com o anel exterior do depsito de combustvel ou com a abertura do recipiente at concluir a operao.

Aviso

O combustvel pode ser prejudicial ou mesmo fatal quando ingerido. A exposio prolongada a vapores pode provocar leses graves ou doenas.

  • Evite inalar vapores durante muito tempo.

  • Mantenha a cara afastada do bico e da abertura do depsito de combustvel.

  • Mantenha o combustvel afastado dos olhos e da pele.

Especificao de combustvel

Important: Utilize apenas gasleo com ultra baixo contedo de enxofre. O combustvel com uma taxa elevada de enxofre degrada o catalisador de oxidao diesel (DOC), o que causa problemas operacionais e encurta o perodo entre assistncias dos componentes do motor.A no observao das seguintes precaues pode danificar o motor.

  • Nunca utilize querosena nem gasolina em vez de gasleo.

  • Nunca misture querosena nem leo do motor com o gasleo.

  • Nunca guarde o combustvel em recipientes com revestimento interior de zinco.

  • No utilize aditivos de combustvel.

Gasleo

Classificao de cetanos: 45 ou superior

Teor de enxofre: ultra baixo contedo de enxofre (<15 ppm)

Tabela de combustvel
Especificaes do gasleoLocal
ASTM D975EUA
N. 1-D S15
N. 2-D S15
EN 590Unio Europeia
ISO 8217 DMXInternacional
JIS K2204 classificao N. 2Japo
KSM-2610Coreia
  • Utilize apenas gasleo limpo ou biodiesel.

  • Adquira combustvel em quantidades que possam ser usadas no prazo de 180dias para assegurar a pureza do combustvel.

Utilize gasleo de vero (N. 2-D) a temperaturas superiores a -7°C e gasleo de inverno (N. 1-D ou mistura N. 1-D/2-D) abaixo de -7°C.

Note: A utilizao de gasleo de inverno a temperaturas inferiores proporciona um ponto de inflamao mais baixo e caractersticas de fluxo frio que facilitam o arranque e reduzem a obstruo do filtro de combustvel.A utilizao de gasleo de vero acima de -7°C contribui para uma maior durao da bomba de combustvel e maior potncia quando comparado com o gasleo de inverno.

Close section

Biodiesel

Esta mquina tambm pode usar um combustvel com mistura de biodiesel at B20 (20% biodiesel, 80% gasleo).

Teor de enxofre: ultra baixo contedo de enxofre (<15 ppm)

Especificaes do biodiesel: ASTMD6751 ou EN14214

Especificaes da mistura de combustvel: ASTMD6751, EN14214 ou JIS K2204

Important: A parte de gasleo tem de ser de ultra baixo teor de enxofre.

Tome as seguintes precaues:

  • As misturas de biodiesel podem danificar as superfcies pintadas.

  • Utilize misturas B5 (contedo de biodiesel de 5%) ou inferiores no tempo frio.

  • Verifique os vedantes, tubos e juntas em contacto com o combustvel, uma vez que podem degradar-se ao longo do tempo.

  • Pode ocorrer obstruo do filtro durante algum tempo aps mudar para misturas de biodiesel.

  • Contacte o distribuidor autorizado Toro, se desejar mais informaes sobre o biodiesel.

Close section
Close section

Capacidade do depsito de combustvel

53litros

Close section

Abastecimento de combustvel

  1. Estacione a mquina numa superfcie plana.

  2. Utilize um pano limpo para limpar zona em redor da tampa do depsito de combustvel.

  3. Retire a tampa do depsito de combustvel (Figure 28).

    g021210
  4. Adicione combustvel, at que o nvel se encontre entre 6 a 13mm abaixo da extremidade inferior do tubo de enchimento.

  5. Aperte novamente a tampa no depsito de combustvel aps o seu enchimento.

    Note: Se for possvel, encha o depsito de combustvel aps cada utilizao. Isto minimiza uma eventual formao de condensao dentro do depsito de combustvel.

Close section
Close section

Verificar o sistema de arrefecimento

Remova diariamente os detritos do painel, do arrefecedor do leo e da parte da frente do radiador; efetue essa operao com maior frequncia em condies de trabalho mais poeirentas ou de maior sujidade. Consulte Retirar os detritos do sistema de arrefecimento.

O sistema de arrefecimento est cheio com uma soluo de 50/50 de gua e anticongelante etileno glicol. Verifique o nvel do lquido de arrefecimento existente no depsito secundrio, no incio de cada dia de trabalho, antes de ligar o motor. A capacidade do sistema de refrigerao de aproximadamente 6,6litros.

Cuidado

Se o motor esteve em funcionamento, o lquido de refrigerao pressurizado e quente pode derramar-se e provocar queimaduras.

  • No abra o tampo do radiador quando o motor estiver a funcionar.

  • Use um trapo quando abrir o tampo do radiador, fazendo-o lentamente para permitir a sada do vapor.

  1. Verifique o nvel de lquido de arrefecimento do depsito secundrio (Figure 29).

    Este deve situar-se entre as marcas existentes no exterior do depsito.

    g021866
  2. Se o nvel do lquido de arrefecimento do motor estiver baixo, retire o tampo do depsito de expanso e encha o sistema. No encha demasiado.

  3. Coloque o tampo do depsito de expanso.

Close section

Verificar o fluido hidrulico

O reservatrio da mquina enchido na fbrica com aproximadamente 30litros de fluido hidrulico de grande qualidade. Verifique o nvel de fluido hidrulico antes de ligar o motor pela primeira vez e diariamente, a partir da. O fluido de substituio recomendado o seguinte:

 Fluido hidrulico Toro Premium All Season (Disponvel em recipientes de 19litros ou tambores de 208litros). Consulte o catlogo das peas ou o distribuidor da Toro para saber quais so os nmeros de referncia.

Outros fluidos: Se no estiver disponvel fluido Toro podem utilizar-se outros fludos desde que satisfaam todas as seguintes propriedades de material e especificaes industriais. No recomendamos a utilizao de fluido sinttico. Consulte o seu distribuidor de lubrificantes para identificar um produto satisfatrio.

Note: A Toro no assume a responsabilidade por danos causados devido ao uso de substitutos inadequados, pelo que recomendamos a utilizao exclusiva de produtos de fabricantes com boa reputao no mercado.

Fluido hidrulico antidesgaste com ndice de viscosidade elevada/ponto de escoamento baixo, ISOVG46
 Propriedades do material:
  Viscosidade, ASTMD445cSt 40°C: 44 a 50cSt a 100°C: 7,9 a 8,5
  ndice de viscosidade ASTMD2270140 para 160
  Ponto de escoamento, ASTMD97-36,6°C at 9,4°C
 Especificaes industriais:
  Vickers I-286-S (nvel de qualidade), Vickers M-2950-S (nvel de qualidade), Denison HF-0

Important: O fluido multigraduado ISOVG46 proporciona uma performance otimizada num amplo leque de temperaturas. Para a operao em temperaturas ambiente consistentemente elevadas, de 18°C a 49°C, o fluido hidrulico ISOVG68 pode permitir um desempenho melhorado.

Fluido hidrulico biodegradvel Premium – Mobil EAL EnviroSyn 46H

Important: Mobil EAL EnviroSyn 46H o nico fluido biodegradvel sinttico aprovado pela Toro. Este fluido compatvel com os elastmeros utilizados nos sistemas hidrulicos da Toro e adequado a uma vasta gama de condies trmicas. Este fluido compatvel com leos minerais convencionais, mas para um desempenho e biodegradabilidade mximos deve remover totalmente o fluido convencional do sistema hidrulico. O leo est disponvel em recipientes de 19litros ou tambores de 208litros junto do seu distribuidor Mobil.

Important: A maioria dos fluidos so incolores, o que dificulta a deteo de fugas. Encontra-se sua disposio um aditivo vermelho para o leo do sistema hidrulico, em recipientes de 20 ml. Um recipiente suficiente para 15 a 22l de leo hidrulico. Encomende a pea n44-2500 no seu distribuidor da Toro. Este aditivo vermelho no recomendado para utilizao com fluidos biodegradveis. Utilize corantes alimentares.

  1. Coloque a mquina numa superfcie plana, baixe as unidades de corte e desligue o motor.

  2. Limpe a zona em redor do tubo de enchimento e da tampa do depsito hidrulico (Figure 30). Retire a tampa do tubo de enchimento.

    g021215
  3. Retire a vareta do tubo de enchimento e limpe-a com um pano limpo.

  4. Introduza a vareta no tubo de enchimento, retire-a e verifique o nvel do fluido.

    Note: O nvel de fluido dever encontrar-se a cerca de 6,3mm da marca na vareta.

    Important: No encha demasiado.

  5. Se o nvel estiver baixo, junte fluido suficiente para elevar o nvel at marca FULL.

  6. Volte a colocar a tampa e a vareta no tubo de enchimento.

Close section

Verificar o contacto entre o cilindro e a lmina de corte

Diariamente e antes de iniciar a operao, verifique o contacto entre a lmina de corte e o cilindro, ainda que a qualidade de corte tenha sido considerada anteriormente aceitvel. Tem de existir um contacto ligeiro entre a lmina de corte e o cilindro, em todo o comprimento dos mesmos (consulte Ajuste do cilindro lmina de corte, no Manual do utilizador das unidades de corte).

Close section

Verificar o aperto das porcas de roda

Aperte as porcas das rodas com 94 a 122Nm.

Aviso

A no observncia de um binrio de aperto adequado das porcas das rodas pode dar origem a leses.

Close section

Acamar os traves

Para assegurar uma performance otimizada do sistema de traves de estacionamento, rode os traves antes da utilizao da mquina. Regule a velocidade de trao para a frente para 6,4km/h para igualar a velocidade de trao de marcha-atrs (os oito espaadores movidos para o topo do controlo de velocidade de corte). Com o motor em ralenti elevado, avance com o limitador de velocidade de corte engatado e ative o travo durante 15 segundos. Mova para trs na velocidade total de marcha-atrs e ative o travo durante 15 segundos. Repita este procedimento 5 vezes, aguardando um minuto entre ciclos de avano e recuo para evitar sobreaquecimento dos traves; consulte Ajuste do travo de estacionamento.

Close section

Ligao e desligao do motor

Important: A purga do sistema de combustvel efetuada automaticamente quando se verificar uma das seguintes situaes:

  • Arranque inicial de uma mquina nova.

  • Paragem do motor por falta de combustvel.

  • Manuteno dos componentes do sistema de combustvel.

Ligao do motor

  1. Sente-se no banco, levante o p do pedal de trao de forma a ficar em PONTO-MORTO, engate o travo de estacionamento, coloque o interruptor de velocidade do motor na posio INTERMDIA e certifique-se de que o interruptor de ativao/desativao est na posio de DESATIVAO.

  2. Retire o p do pedal de trao e certifique-se de que este se encontra na posio NEUTRA.

  3. Rode a chave da ignio para a posio FUNCIONAR.

  4. Quando a luz indicadora das velas apagar, rode a chave da ignio para a posio ARRANCAR. Liberte imediatamente a chave quando o motor arrancar, deixando-a regressar posio FUNCIONAR. Deixe o motor aquecer (sem carga) e depois desloque a alavanca do regulador para a posio desejada.

Close section

Paragem do motor

  1. Desloque todos os controlos para a posio de PONTO-MORTO, aplique o travo de estacionamento, desloque o interruptor de velocidade do motor para a posio de ralenti baixo e deixe o motor atingir a velocidade de ralenti baixo.

  2. Rode a chave da ignio para a posio DESLIGAR e retire-a do interruptor.

Close section
Close section

Cortar relva com a mquina

Note: Cortar a relva a uma taxa que aplique carga sobre o motor promove a regenerao do DPF.

  1. Mova a mquina para a rea de trabalho e alinhe-a pelo exterior da rea de corte para a primeira passagem de corte.

  2. Certifique-se de que o interruptor da tomada de fora est na posio DESATIVADO.

  3. Mova a alavanca do limitador da velocidade de corte para a frente.

  4. Prima o interruptor da velocidade da acelerao para definir a velocidade do motor para RALENTI ALTO.

  5. Utilize o joystick para descer as unidades de corte.

  6. Prima o interruptor da tomada de fora para preparar as unidades de corte para a operao.

  7. Utilize o joystick para levantar as unidades de corte.

  8. Comece a mover a mquina na direo da rea de corte e desa as unidades de corte.

    Note: Cortar a relva a uma taxa que aplique carga sobre o motor promove a regenerao do DPF.

  9. Quando concluir a passagem de corte, utilize o joystick para levantar as unidades de corte.

  10. Efetue uma volta em forma de gota para alinhar rapidamente para a prxima passagem.

Close section

Regenerao do filtro de partculas de gasleo

A regenerao do filtro de partculas de gasleo (DPF) faz parte do sistema de escape. O catalisador de oxidao diesel do DPF reduz os gases nocivos e o filtro de fuligem remove a fuligem do escape do motor.

O processo de regenerao do DPF utiliza o calor do escape do motor para incinerar as partculas acumuladas no filtro de fuligem, convertendo a fuligem em cinzas, e limpa os canais do filtro de fuligem para que o escape do motor filtrado flua pelo DPF.

O computador do motor monitoriza a acumulao de fuligem ao medir a presso no DPF. Se a presso for demasiado elevada, a fuligem no est a ser incinerada no filtro de partculas fuligem do funcionamento normal do motor. Para manter o DPF sem fuligem, no se esquea do seguinte:

  • A regenerao passiva ocorre continuamente enquanto o motor est a trabalhar — coloque o motor a trabalhar na velocidade mxima, quando possvel, para promover a regenerao do DPF.

  • Se a presso for demasiado elevada, o computador do motor d esta indicao atravs do InfoCenter quando processos adicionais (assistir e repor regenerao) estiverem a ser executados.

  • Deixe concluir o processo de regenerao assistida e de reposio antes de desligar o motor.

Opere e faa a manuteno da sua mquina tendo em mente a funo do DPF. De um modo geral, a carga do motor a uma velocidade do motor no ralenti alto produz uma temperatura de escape adequada para a regenerao do DPF.

Important: Minimize o tempo em que o motor est ao ralenti ou opere o motor a uma velocidade do motor baixa para ajudar a reduzir a acumulao de fuligem no filtro de fuligem.

Cuidado

A temperatura de escape quente (aproximadamente 600 °C durante a regenerao do DPF em estacionamento ou a regenerao de recuperao. Os gases quentes do escape podem feri-lo a si ou a outras pessoas.

  • Nunca opere o motor num espao fechado.

  • Certifique-se de que no existem materiais inflamveis perto do sistema de escape.

  • Nunca toque num componente do sistema de escape que esteja quente.

  • Nunca se aproxime do tubo de escape da mquina.

Acumulao de fuligem no DPF

  • Ao longo do tempo, o DPF acumula fuligem no filtro de fuligem. O computador do motor monitoriza o nvel de fuligem no DPF.

  • Quando se acumular fuligem suficiente, o computador informa-o de que est na hora de regenerar o filtro de partculas de gasleo.

  • A regenerao do DPF um processo que aquece o DPF para converter a fuligem em cinzas.

  • Para alm das mensagens de aviso, o computador reduz a potncia gerada pelo motor em diferentes nveis de acumulao de fuligem.

Mensagens de aviso do motor — Acumulao de fuligem
Nvel da indicaoCdigo da falhaClassificao da potncia do motorAo recomendada
Nvel 1: aviso do motor
g213866
O computador diminui a potncia do motor para 85%.Efetue uma regenerao com a mquina estacionada assim que possvel; consulte Regenerao em estacionamento.
Nvel 2: aviso do motor
g213867
O computador diminui a potncia do motor para 50%.Efetue uma regenerao de recuperao assim que possvel; consulte Regenerao de recuperao.
Close section

Acumulao de cinzas no DPF

  • As cinzas mais leves so descarregadas atravs do sistema de escape; as cinzas mais pesadas so recolhidas no filtro de fuligem.

  • As cinzas so os resduos do processo de regenerao. Ao longo do tempo, o filtro de partculas de gasleo acumula cinzas que no so descarregadas pelo escape do motor.

  • O computador do motor calcula a quantidade de cinzas acumuladas no DPF.

  • Quando tiverem sido acumuladas cinzas suficientes, o computador do motor envia informaes para o InfoCenter sob a forma de aviso do sistema ou falha do motor para indicar que existe acumulao de cinzas no DPF.

  • O aviso e as falhas so indicadores de que est na hora da manuteno do DPF.

  • Para alm dos avisos, o computador reduz a potncia gerada pelo motor em diferentes nveis de acumulao de cinzas.

Mensagens de aviso do motor e conselho do InfoCenter — Acumulao de cinzas
Nvel da indicaoCdigo da falha ou conselhoReduo da velocidade do motorClassificao da potncia do motorAo recomendada
Nvel 1: conselho do sistema
g213865
No100%Informe o departamento de manuteno se o Conselho n. 179 surgir no InfoCenter.
Nvel 2: aviso do motor
g213863
NoO computador diminui a potncia do motor para 85%.Efetue a manuteno do DPF; consulte Assistncia ao catalisador de oxidao diesel (DOC) e filtro de fuligem
Nvel 3: aviso do motor
g213864
NoO computador diminui a potncia do motor para 50%.Efetue a manuteno do DPF; consulte Assistncia ao catalisador de oxidao diesel (DOC) e filtro de fuligem
Nvel 4: aviso do motor
g214715
Velocidade do motor na rotao mxima + 200 rpmO computador diminui a potncia do motor para 50%.Efetue a manuteno do DPF; consulte Assistncia ao catalisador de oxidao diesel (DOC) e filtro de fuligem
Close section

Tipos de regenerao do filtro de partculas de gasleo

Tipos de regenerao do filtro de partculas de gasleo que so efetuados enquanto a mquina est a trabalhar:
Tipo de regeneraoCondies para a regenerao do DPFDescrio da operao DPF
PassivaOcorre durante o funcionamento normal da mquina a uma velocidade do motor elevada ou com carga de motor elevadaO InfoCenter no mostra um cone relativo regenerao passiva.
Durante a regenerao passiva, o DPF processa gases de escape muito quentes, ao oxidar as emisses nocivas e reduzir a fuligem a cinzas.
Consulte a Regenerao do DPF passiva.
AssistidaOcorre em resultado da velocidade do motor baixa, da carga do motor baixa ou aps o computador detetar presso no DPF.Quando o cone da regenerao assistida/de recuperao Graphic surge no InfoCenter, est em curso uma regenerao assistida.
Durante a regenerao assistida, o computador controla a acelerao de entrada para aumentar a temperatura de escape, o que possibilita a ocorrncia da regenerao assistida.
Consulte a Regenerao do DPF assistida.
ReposioOcorre apenas aps a regenerao assistida, se o computador detetar que a regenerao assistida no reduziu suficientemente o nvel de fuligem.Quando o cone da regenerao assistida/de recuperao Graphic surge no InfoCenter, est em curso uma regenerao.
Tambm ocorre a cada 100 horas para repor as leituras do sensor de base.
Durante a regenerao de reposio, o computador controla a acelerao de entrada e os injetores de combustvel para aumentar a temperatura de escape durante a regenerao.
Consulte a Regenerao de reposio.
Tipos de regenerao do filtro de partculas de gasleo que exigem que estacione a mquina:
Tipo de regeneraoCondies para a regenerao do DPFDescrio da operao DPF
EstacionadaA acumulao de fuligem ocorre em resultado de funcionamento prolongado a uma velocidade do motor baixa ou a uma carga do motor baixa. Tambm pode ocorrer em resultado da utilizao incorreta de combustvel ou leo.Quando o cone da regenerao em estacionamento Graphic surge no InfoCenter, necessria uma regenerao.
O computador deteta a presso devido acumulao de fuligem e exige uma regenerao em estacionamento.
  Efetue a regenerao em estacionamento assim que possvel para evitar uma regenerao de recuperao.
A regenerao em estacionamento demora entre 30 a 60 minutos.
Tem de ter, pelo menos, 1/4 do depsito do combustvel cheio.
Tem de estacionar a mquina para efetuar uma regenerao de recuperao.
Consulte a Regenerao em estacionamento.
RecuperaoOcorre em resultado de ignorar pedidos de regenerao em estacionamento e de continuar a utilizar a mquina, acumulando mais fuligem quando o DPF est j a necessitar da regenerao em estacionamento.Quando o cone da regenerao de recuperao Graphic surge no InfoCenter, necessria uma regenerao de recuperao.
Contacte o seu Distribuidor autorizado Toro para que um tcnico de manuteno efetue a regenerao de recuperao.
A regenerao de recuperao demora cerca de 4 horas.
Tem de ter, pelo menos, 1/2 do depsito do combustvel cheio.
Tem de estacionar a mquina para efetuar uma regenerao de recuperao.
Consulte a Regenerao de recuperao.
Close section

Regenerao do DPF passiva

  • A regenerao passiva ocorre como parte do funcionamento normal do motor.

  • Enquanto a mquina est a trabalhar, coloque o motor a trabalhar na velocidade mxima, quando possvel, para promover a regenerao do DPF.

Close section

Regenerao do DPF assistida

g214711
  • O cone da regenerao assistida/de reposio surge no InfoCenter (Figure 37).

  • O computador controla a acelerao de entrada para aumentar a temperatura do escape do motor.

  • Enquanto a mquina est a trabalhar, coloque o motor a trabalhar na velocidade mxima, quando possvel, para promover a regenerao do DPF.

  • O cone Graphic surge no InfoCenter enquanto est a decorrer a regenerao assistida.

  • Sempre que possvel, no desligue o motor nem reduza a velocidade do motor enquanto a regenerao assistida est a decorrer.

    Important: Deixe a mquina concluir o processo de regenerao assistida antes de desligar o motor.

    Note: A regenerao assistida acabou de ser processada quando o cone Graphic desaparece do InfoCenter.

Close section

Regenerao de reposio

g214711
  • O cone da regenerao assistida/de reposio surge no InfoCenter (Figure 38).

  • O computador controla a acelerao de entrada e altera a operao da injeo de combustvel para aumentar a temperatura do escape do motor.

    Important: O cone de regenerao assistida/de reposio indica que a temperatura de escape que sai da mquina pode ser mais quente do que durante o funcionamento regular.

  • Enquanto a mquina est a trabalhar, coloque o motor a trabalhar na velocidade mxima, quando possvel, para promover a regenerao do DPF.

  • O cone Graphic surge no InfoCenter enquanto est a decorrer a regenerao de reposio.

  • Sempre que possvel, no desligue o motor nem reduza a velocidade do motor enquanto a regenerao de reposio est a decorrer.

    Important: Deixe a mquina concluir o processo de regenerao de reposio antes de desligar o motor.

    Note: A regenerao de reposio acabou de ser processada quando o cone Graphic desaparece do InfoCenter.

Close section

Regenerao em estacionamento

g214713
  • O cone de pedido de regenerao em estacionamento surge no InfoCenter (Figure 39).

  • Se for necessria uma regenerao em estacionamento, o InfoCenter mostra o aviso do motor SPN 3719, FMI 16 (Figure 40) e o computador do motor reduz a potncia do motor para 85%.

    g213866

    Important: Se no concluir uma regenerao em estacionamento no prazo de 2 horas, o computador do motor reduz a potncia do motor para 50%.

  • A regenerao em estacionamento demora entre 30 a 60 minutos.

  • Se tiver autorizao da sua empresa, precisa do PIN para efetuar o processo de regenerao em estacionamento.

Preparar para efetuar um processo de regenerao de recuperao ou em estacionamento

  1. Certifique-se de que a mquina tem, pelo menos, 1/4 do depsito cheio.

  2. Mova a mquina para o exterior, para uma rea afastada de materiais combustveis.

  3. Estacione a mquina numa superfcie plana.

  4. Certifique-se de que o controlo da trao ou as alavancas de controlo do movimento esto na posio PONTO MORTO.

  5. Se aplicvel, baixe as unidades de corte e desligue-as.

  6. Engate o travo de mo.

  7. Coloque o acelerador na posio de RALENTI baixo.

Close section

Efetuar uma regenerao em estacionamento

Note: Para mais instrues sobre desbloqueio dos menus protegidos, consulte a Aceder aos menus protegidos.

  1. Aceda ao menu protegido e desbloqueie o submenu de definies protegidas (Figure 41); consulte Aceder aos menus protegidos.

    g028523
  2. V at ao MENU PRINCIPAL, prima o boto central para ir at ao MENU DE MANUTENO e prima o boto direito para selecionar a opo de MANUTENO (Figure 42).

    Note: O InfoCenter deve mostrar o indicador do PIN no canto superior direito do ecr.

    g212371
  3. No MENU DE MANUTENO, prima o boto do meio at surgirem as opes de REGENERAO DO DPF e prima o boto direito para selecionar a opo de REGENERAO DO DPF (Figure 43).

    g212138
  4. Quando surgir a mensagem “Initiate DPF Regen. Are you sure? (Iniciar Regen. DPF. Tem a certeza?) , prima o boto central (Figure 44).

    g212125
  5. Se a temperatura do lquido de refrigerao for inferior a 60°C, surge a mensagem “Insure Graphic is running and above 60C/140F (Confirme que est a trabalhar e acima de 60C/140F) (Figure 45).

    Observe a temperatura no ecr e coloque a mquina a trabalhar na acelerao mxima at a temperatura atingir 60°C; depois prima o boto central.

    Note: Se a temperatura do lquido de refrigerao estiver acima de 60°C, este ecr no mostrado.

    g211986
  6. Mova o controlo da acelerao para RALENTI BAIXO e prima o boto central (Figure 46).

    g212372
  7. Surge a seguinte mensagem quando inicia o processo de regenerao em estacionamento:

    1. “Initiating DPF Regen. (A iniciar Regen. DPF) apresentada (Figure 47).

      g212405
    2. Surge a mensagem “Waiting on Graphic ( espera de) (Figure 48).

      g212406
    3. O computador determina se a regenerao executada. Surge uma das seguintes mensagens no InfoCenter:

      • Se a regenerao for permitida, surge a mensagem “Regen Initiated. Allow up to 30 minutes for completion (Regen. iniciada. Aguarde 30 minutos at ser concluda) no InfoCenter; aguarde at que a mquina conclua o processo de regenerao em estacionamento (Figure 49).

        g213424
      • Se o processo de regenerao no for permitido pelo computador do motor, surge a mensagem “DPF Regen Not Allowed (Regen. do DPF no autorizada) no InfoCenter (Figure 50). Prima o boto esquerdo para sair para o ecr inicial.

        Important: Se no cumpriu todos os requisitos para a regenerao ou se passaram menos de 50 horas desde a ltima regenerao, surge a mensagen “DPF Regen Not Allowed (Regen. do DPF no permitida).

        g212410
  8. Enquanto a regenerao estiver a decorrer, o InfoCenter volta para o ecr inicial e mostra os seguintes cones:

    GraphicO motor est frio — aguarde.
    GraphicO motor est quente — aguarde.
    GraphicMotor quente — regenerao em curso (percentagem de concluso).
  9. A regenerao em estacionamento est concluda quando a mensagem “Regen Complete (Regen. completa) surge no InfoCenter. Prima o boto esquerdo para sair para o ecr inicial (Figure 51).

    g212404
Close section
Close section

Regenerao de recuperao

  • Se ignorar o pedido de regenerao em estacionamento (apresentado no InfoCenter) e continuar a utilizar a mquina, acumula-se uma grande quantidade de fuligem no DPF.

  • Se for necessria uma regenerao de recuperao, o InfoCenter mostra o aviso do motor SPN 3719, FMI 16 (Figure 52) e o computador do motor reduz a potncia do motor para 85%.

    g213867

    Important: Se no concluir uma regenerao de recuperao no prazo de 15 minutos, o computador do motor reduz a potncia do motor para 50%.

  • Efetue uma regenerao de recuperao sempre que existir uma perda de potncia do motor e uma regenerao em estacionamento no conseguir efetivamente limpar o DPF de fuligem.

  • A regenerao de recuperao demora cerca de 4 horas.

  • Precisa que um tcnico do distribuidor efetue o processo de regenerao de recuperao; contacte o seu Distribuidor autorizado Toro.

Close section
Close section

Ajuste da posio do brao de elevao

Pode ajustar o contrapeso nos braos de elevao da unidade de corte traseira para compensar condies de relva diferentes e para manter uma altura de corte uniforme em condies difceis ou em reas onde se acumula palha.

Pode ajustar cada mola do contrapeso para 1 dos 4 ajustes. Cada incremento aumenta ou diminui o contrapeso da unidade de corte em 2,3kg. As molas podem ser colocadas na parte de trs do primeiro atuador de mola para retirar o contrapeso (quarta posio).

  1. Coloque a mquina numa superfcie nivelada, baixe as unidades de corte, desligue o motor, engate o travo de estacionamento e retire a chave da ignio.

  2. Insira um tubo ou objeto semelhante na extremidade da mola comprida e incline-a em redor do atuador da mola para a posio desejada (Figure 53).

    Cuidado

    As molas esto sob tenso.

    Tenha cuidado ao ajust-las.

    g019276
  3. Repita o procedimento para a outra mola.

Close section

Ajuste da posio de viragem do brao de elevao

  1. Coloque a mquina numa superfcie nivelada, baixe as unidades de corte, desligue o motor, engate o travo de estacionamento e retire a chave da ignio.

  2. O interruptor do brao de elevao encontra-se por baixo do depsito hidrulico por trs do brao de elevao direito dianteiro (Figure 54).

  3. Solte os parafusos de montagem do interruptor e desloque o interruptor para baixo para aumentar a altura de viragem do brao de elevao ou desloque o interruptor para cima para diminuir a altura de viragem do brao de elevao (Figure 54).

    g027937
  4. Aperte os parafusos de montagem.

Close section

Empurrar ou rebocar a mquina

Em caso de emergncia, a mquina pode ser deslocada, ativando a vlvula de derivao na bomba hidrulica de deslocao varivel e puxando ou rebocando a mquina.

Important: No empurre nem reboque a mquina a uma velocidade superior a 3–4,8 km/h porque o sistema interno de transmisso pode sofrer danos. A vlvula de derivao deve ser aberta sempre que empurrar ou rebocar a mquina.

  1. Rode o parafuso da vlvula de derivao 1-1/2 voltas para abrir para permitir a passagem do leo internamente (Figure 55).

    Note: A vlvula de derivao est localizada no lado esquerdo do hidrostato. Ao derivar o fluido, pode deslocar lentamente a mquina sem danificar a transmisso.

    g003995
  2. Feche a vlvula de derivao antes de ligar o motor. No dever, no entanto, exceder uma fora de aperto de 7 a 11Nm quando fechar a vlvula.

    Important: Ligar o motor com a vlvula de derivao aberta provoca o sobreaquecimento da transmisso.

Close section

Pontos de suspenso

Note: Utilize apoios para suportar a mquina sempre que necessrio.

  • Dianteira – pastilha retangular, por baixo do tubo do eixo, dentro de cada pneu dianteiro (Figure 56).

    g031850
  • Traseira – tubo do eixo retangular no eixo traseiro.

Close section

Transporte da mquina

Utilize um atrelado para trabalhos pesados ou um camio para transportar a mquina. Verifique se o atrelado ou camio tem todos os traves, iluminao e sinalizao necessrios exigidos por lei. Leia atentamente todas as instrues de segurana. Esta informao contribui para evitar acidentes ao condutor, sua famlia, a animais e a terceiros.

Aviso

Conduzir na via pblica sem sinais de viragem, luzes, sinais refletores ou um smbolo a indicar veculo lento perigoso e pode provocar ferimentos.

No conduza a mquina na via pblica.

  1. Se estiver a utilizar um atrelado, ligue-o ao veculo de reboque e prenda as correntes de segurana.

  2. Se aplicvel, ligue os traves do atrelado.

  3. Carregue a mquina para o atrelado ou veculo.

  4. Desligue o motor, retire a chave da ignio, engate o travo, e feche a vlvula do combustvel.

  5. Utilize os aros de fixao metlicos na mquina para prender firmemente a mquina ao atrelado ou veculo com cintas, correntes, cabo ou cordas (Figure 57 e Figure 58).

    • Dianteira – o orifcio na pastilha retangular, por baixo do tubo do eixo, dentro de cada pneu dianteiro (Figure 57)

      g031851
    • Traseira – cada lado da mquina na estrutura traseira (Figure 58)

      g004555
Close section

Carregar a mquina

Tenha cuidado extremo quando carregar a mquina para um atrelado ou camio. Utilize uma rampa cuja largura seja maior do que a dos pneus frontais em vez de rampas individuais para cada pneu (Figure 59). Se no for possvel utilizar uma rampa com a largura total, utilize rampas individuais suficientes para simular uma nica rampa a toda a largura.

A rampa deve ser suficientemente comprida de modo a que o ngulo no exceda os 15graus (Figure 59). Um ngulo mais acentuado pode fazer com que os componentes do cortador fiquem presos, medida que a mquina se desloca da rampa para o atrelado ou camio. Os ngulos mais acentuados tambm podem fazer tombar a mquina para trs. Se carregar a mquina num declive ou prximo de um declive, posicione o atrelado/camio na parte inferior do declive e a rampa na parte superior. Este procedimento minimiza o ngulo da rampa. O atrelado ou camio deve estar o mais nivelado possvel.

Important: No tente virar a mquina quando esta estiver sobre a rampa; pode perder o controlo e faz-la sair da rampa.

Aviso

Colocar uma mquina num atrelado ou camio aumenta a possibilidade de capotamento e pode provocar ferimentos graves ou morte.

  • Tome todas as precaues necessrias quando utilizar a mquina numa rampa.

  • Utilize o ROPS (na posio erguida) e o cinto de segurana ao carregar a mquina. Certifique-se de que o ROPS est afastado da parte superior de um atrelado fechado.

  • Utilize uma nica rampa, com a largura total.

  • Se se tiverem que utilizar rampas individuais, utilize rampas suficientes para criar uma superfcie de rampa contnua que seja mais larga que a mquina.

  • No ultrapasse um ngulo de 15graus entre a rampa e o solo ou entre a rampa e o atrelado ou camio.

  • Evite acelerao ou desacelerao sbita ao conduzir a mquina numa rampa.

g000951
Close section

Definir a velocidade dos cilindros

Para se obter um corte consistente de alta qualidade e um aspeto uniforme depois do corte importante ajustar corretamente os controlos da velocidades dos cilindros. Ajuste a velocidade dos cilindros do seguinte modo:

  1. No InfoCenter, no menu de definies, introduza a contagem das lminas, velocidade de corte e altura de corte para calcular a velocidade adequada do cilindro.

  2. Se forem necessrios mais ajustes, no menu definies, deslize para baixo para RPM do cilindro frontal, RPM do cilindro traseiro ou ambos.

  3. Pressione o boto direito para alterar o valor de velocidade do cilindro.

    Note: Quando altera a definio da velocidade, o ecr continua a mostrar a velocidade calculada do cilindro com base na contagem das lminas, velocidade de corte e altura de corte, mas tambm indicado o novo valor.

    Note: Pode precisar de aumentar ou diminuir a velocidade do cilindro para compensar as diferentes condies da relva.

g031995
g031996
Close section

Interpretao da luz de diagnstico

A mquina est equipada com uma luz de diagnstico que indica se a mquina deteta uma avaria. A luz de diagnstico encontra-se no InfoCenter, acima do ecr (Figure 62). Quando a mquina est a funcionar corretamente e o interruptor da chave movido para a posio FUNCIONAR, a luz de diagnstico acende por momentos para indicar que a luz est a funcionar corretamente. Quando surge uma mensagem de aviso da mquina, a luz acende enquanto a mensagem est presente. Quando surge uma mensagem de falha, a luz pisca at que a falha seja solucionada.

g021272
Close section

Verificao dos interruptores de segurana

O objetivo dos interruptores de segurana evitar o arranque ou a ligao do motor, exceto nos casos em que o pedal de trao esteja na posio de PONTO MORTO, o interruptor de ativao/desativao esteja na posio de DESATIVAO e a alavanca de controlo de elevao/descida das unidades de corte esteja na posio de PONTO MORTO. Adicionalmente, o motor para quando se carregar no pedal de trao com o operador levantado do banco ou com o travo de estacionamento engatado.

Cuidado

A mquina poder arrancar inesperadamente, se os interruptores de segurana se encontrarem desligados ou danificados, e provocar leses pessoais.

  • No desative os interruptores de bloqueio.

  • Verifique o funcionamento dos interruptores de bloqueio diariamente e substitua todos os interruptores danificados antes de utilizar a mquina.

Verificao da funo dos interruptores de segurana

  1. Coloque a mquina numa superfcie plana, baixe as unidades de corte, desligue o motor e engate o travo de estacionamento.

  2. Rode a chave na ignio para a posio ON, mas no ligue o motor.

  3. Localize a funo adequada do interruptor no menu de diagnstico no InfoCenter.

  4. Individualmente, altere cada um dos interruptores de aberto para fechado (ou seja, sente-se no banco, engate o pedal de trao, etc.) e anote o estado adequado das alteraes do interruptor.

    Note: Repita isto para todos os interruptores que pode alterar mo.

  5. Se o interruptor estiver fechado e o indicador correspondente no alterar, verifique todos os fios e ligaes e depois verifique todos os interruptores com um ohmmetro.

    Note: Substitua todos os interruptores avariados e repare todos os fios danificados.

Note: O InfoCenter tambm pode detetar quais os solenoides de sada ou rels que esto acionados. Esta uma forma rpida de determinar se uma avaria da mquina eltrica ou hidrulica.

Close section

Verificar a funo de sada

  1. Coloque a mquina numa superfcie plana, baixe as unidades de corte, desligue o motor e engate o travo de estacionamento.

  2. Rode a chave da ignio para a posio ON e ligue o motor.

  3. Localize a funo adequada da sada no menu de diagnstico no InfoCenter.

  4. Sente-se no banco e tente aceder funo pretendida da mquina.

Note: As sadas adequadas devem acender-se para indicar que o ECM est a ativar essa funo.Se as sadas corretas no se acenderem, verifique se os interruptores de entrada correspondentes esto nas posies corretas para que essa funo seja ativada. Verifique se os interruptores funcionam corretamente.Se as sadas estiverem acesas como especificado e a mquina no funcionar corretamente, isso significa que o problema no tem uma origem eltrica. Repare a mquina, se for necessrio.

Close section
Close section

Funes de vlvula de solenoide hidrulica

Utilize a lista seguinte para identificar e descrever as diferentes funes dos solenoides no coletor hidrulico. Cada solenoide deve ser ativado de forma a que a funo possa ocorrer.

SolenoideFuno
SP2Circuito do cilindro dianteiro
SP1Circuito do cilindro traseiro
SVRVElevar/Descer as unidades de corte
SV1Elevar/Descer as unidades de corte dianteiras
SV3Elevar/Descer as unidades de corte traseiras
SV2Subir quaisquer unidades de corte
Close section

Sugestões de utilização

Familiarizao

Antes de cortar a relva, treine a utilizao da mquina num espao aberto. Ligue e desligue o motor. Pratique a marcha para a frente e a marcha-atrs. Levante e baixe as unidades de corte e engate e desengate os cilindros. Quando se sentir vontade com a mquina, pratique a subida e a descida de terrenos inclinados a diferentes velocidades.

Close section

Sistema de advertncia

Se se acender uma luz de advertncia durante a operao, pare imediatamente a mquina e solucione o problema antes de continuar. Se continuar a utilizar a mquina com uma avaria pode danificar gravemente a mquina.

Close section

Corte

Ponha o motor a funcionar e coloque o interruptor de velocidade do motor na posio RPIDO. Coloque o interruptor de ativao/desativao na posio de ATIVAO e utilize a alavanca de controlo de elevao/descida das unidades de corte para as controlar (as unidades de corte dianteiras so baixadas antes das unidades de corte traseiras). Para avanar e cortar a relva, carregue no pedal de trao para a frente.

Close section

Transporte

Mova o interruptor de ativao/desativao para a posio de DESATIVAO (DISABLE) e eleve as unidades de corte para a posio de TRANSPORTE. Desloque a alavanca de Corte/Transporte para a posio de TRANSPORTE. Tenha cuidado ao conduzir por entre objetos para no danificar acidentalmente a mquina e as unidades de corte. Tome todas as precaues necessrias quando utilizar a mquina em declives. Conduza lentamente e evite mudanas de direo bruscas, de modo a prevenir qualquer capotamento. Baixe as unidades de corte quando descer terrenos inclinados para manter o controlo da direo.

Close section
Close section
Close section

Manutenção

Note: Determine os lados direito e esquerdo da mquina a partir da posio normal de utilizao.

Plano de manutenção recomendado

Intervalo de assistênciaProcedimento de manutenção
After the first operating hour
  • Aperte as porcas das rodas com 94 a 122Nm.
  • After the first 10 operating hours
  • Aperte as porcas das rodas com 94 a 122Nm.
  • Verifique a tenso da correia do alternador.
  • Before each use or daily
  • Verificao do sistema de arrefecimento.
  • Verifique o nvel de fluido hidrulico.
  • Verifique o contacto entre o cilindro e a lmina de corte.
  • Verifique o funcionamento dos interruptores de segurana.
  • Verifique o nvel de leo do motor.
  • Retire a gua ou outro tipo de contaminao do separador de gua.
  • Remova os detritos do filtro e radiador/refrigerador de leo.(Mais frequentemente em condies de trabalho com muita poeira).
  • Verificao das tubagens e mangueiras hidrulicas.
  • Every 50 hours
  • Lubrifique os rolamentos e casquilhos(e imediatamente aps cada lavagem).
  • Limpe a bateria e verifique o respetivo estado.(Ou semanalmente, conforme o que ocorrer primeiro).
  • Verifique as ligaes do cabo da bateria.
  • Every 100 hours
  • Verifique as mangueiras do sistema de arrefecimento.
  • Verifique a tenso da correia do alternador.
  • Every 200 hours
  • Verifique a pr-carga do rolamento do cilindro.
  • Every 250 hours
  • Aperte as porcas das rodas com 94 a 122Nm.
  • Substituio do leo e filtro do motor.
  • Every 400 hours
  • Efetue a manuteno do filtro de ar. (Efetue manuteno ao filtro do ar mais cedo se o indicador do filtro de ar ficar vermelho. Faa a manuteno mais frequentemente se estiver muito sujo ou em situaes de p.)
  • Substitua o recipiente do filtro de combustvel.
  • Substitua o filtro de combustvel do motor.
  • Verifique as tubagens de combustvel e as ligaes quanto a sinais de deteriorao, danos ou ligaes soltas.(Ou anualmente, conforme o que ocorrer primeiro).
  • Every 800 hours
  • Verificao do alinhamento das rodas traseiras.
  • Substituio do fluido hidrulico.
  • Substituio dos filtros hidrulicos.(Ou mais cedo se o indicador do intervalo de assistncia estiver na zona vermelha).
  • Empanque os rolamentos das rodas traseiras.
  • Every 2 years
  • Lave o sistema de arrefecimento e substitua o fluido.
  • Drene e despeje o reservatrio hidrulico.
  • Substitua as mangueiras mveis.
  • Lista de manuteno diria

    Copie esta pgina para uma utilizao de rotina.

    Verificaes de manutenoPara a semana de:
    23456Sb.Dom.
    Verifique o funcionamento do sistema de segurana.       
    Verifique o funcionamento dos traves.       
    Verifique o leo do motor e o nvel do combustvel.       
    Efetue a drenagem do separador de combustvel/gua.       
    Verifique o indicador de restrio do filtro de ar.       
    Verifique se existem detritos no radiador e no painel.       
    Procure rudos estranhos no motor.1       
    Verifique os rudos estranhos de funcionamento.       
    Verifique o nvel de leo do sistema hidrulico.       
    Verifique o indicador do filtro hidrulico. 2       
    Verifique se as mangueiras hidrulicas se encontram danificadas.       
    Verifique se h fuga de fluidos.       
    Verifique a presso dos pneus.       
    Verifique o funcionamento do painel de instrumentos.       
    Verifique o ajuste do cilindro lmina de corte.       
    Verifique o ajuste da altura do corte.       
    Verifique todos os bocais de lubrificao. 3       
    Retoque a pintura danificada.       

    1. Em caso de arranque difcil, verifique as velas de incandescncia e os injetores; poder ainda verificar-se alguma produo excessiva de fumo ou um funcionamento irregular da mquina.

    2. Verifique com o motor ligado e com o leo temperatura de funcionamento.

    3. Imediatamente aps cada lavagem, independentemente do intervalo previsto

    Notas sobre zonas problemticas

    Inspeo executada por:
    ItemDataInformao
    1  
    2  
    3  
    4  
    5  
    6  
    7  
    8  

    Important: Para informaes detalhadas sobre os procedimentos de manuteno adicionais; consulte o manual de utilizao do motor.

    Note: Transfira uma cpia gratuita dos esquemas eltricos ou hidrulicos visitando www.Toro.com e procurando a sua mquina a partir da hiperligao de manuais na pgina inicial.

    Close section
    Close section

    Tabela de intervalos de reviso

    decal125-2927

    Cuidado

    Se deixar a chave na ignio, algum pode ligar acidentalmente o motor e feri-lo a si ou s pessoas que se encontrarem prximo da mquina.

    Retire a chave da ignio antes de efetuar qualquer manuteno.

    Close section

    Lubrificação

    Lubrificar os rolamentos e casquilhos

    Lubrifique todos os bocais de lubrificao dos rolamentos e dos casquilhos com massa lubrificante N. 2 para utilizaes gerais, base de ltio.

    A localizao dos bocais de lubrificao e as quantidades so as seguintes:

    • Veio propulsor da bomba (3) (Figure 64)

      g021216
    • Cilindros do brao de elevao da unidade de corte (2 cada) (Figure 65)

      g012150
    • Articulaes do brao de elevao (1 cada) (Figure 65)

    • Articulao e estrutura de transporte da unidade de corte (Figure 66)

      g003960
    • Veio da articulao do brao de elevao (1 cada) (Figure 67)

      g004157
    • Barra de ligao do eixo traseiro (2) (Figure 68)

      g003987
    • Articulao do direo do eixo (1 cada) (Figure 69)

      g004169
    • Rtulas do cilindro de direo (2) (Figure 70)

      g003966
    • Pedal do travo (1) (Figure 71)

      g011615
    Close section
    Close section

    Manutenção do motor

    Manuteno do filtro de ar

    Verifique se existe algum dano no corpo do filtro de ar que possa provocar uma fuga de ar. Substitua caso danificado. Verifique todo o sistema de admisso para ver se tem fugas, se est danificado ou se h braadeiras de tubos soltas.

    Faa a manuteno ao filtro de ar apenas quando o indicador de manuteno o exigir (Figure 72). Mudar o filtro de ar antes de ser necessrio apenas aumenta a possibilidade de entrar sujidade no motor quando retira o filtro.

    Important: Certifique-se de que a cobertura est corretamente assente e veda com o corpo do filtro de ar.

    1. Liberte os trincos que fixam a cobertura do filtro de ar ao respetivo corpo (Figure 72).

      g021217
    2. Retire a cobertura do corpo do filtro de ar.

    3. Antes de remover o filtro, utilize ar de baixa presso (2,76bar, limpo e seco) para ajudar a retirar grandes acumulaes de detritos que se encontram entre o lado de fora do filtro e o recipiente.

      Important: Evite a utilizao de ar de alta presso, que pode forar a entrada de sujidade no sistema de admisso atravs do filtro.

      Note: Este processo de limpeza evita que a sujidade migre para dentro da admisso quando retira o filtro.

    4. Retire e substitua o filtro (Figure 73).

      Note: No limpe o elemento usado devido possibilidade de danificar os componentes do filtro.

      g021218
    5. Inspecione o filtro novo para ver se sofreu danos durante o transporte, verificando a extremidade vedante do filtro e o corpo.

      Important: No utilize um elemento danificado.

    6. Insira um filtro novo aplicando presso no anel exterior do elemento para o assentar no recipiente.

      Important: No pressione no centro flexvel do filtro.

    7. Limpe a porta de ejeo de sujidade que se encontra na cobertura amovvel. Retire a vlvula de sada em borracha da tampa, limpe a cavidade e volte a colocar a vlvula de sada.

    8. Instale a tampa orientando a vlvula de sada de borracha para uma posio descendente – entre cerca de 5:00 a 7:00 quando vista da extremidade.

    9. Prenda os trincos.

    Close section

    Verificao do leo do motor

    Especificaes do leo

    Utilize leo de motor de alta qualidade com nvel baixo de cinzas que satisfaa ou ultrapasse as seguintes especificaes:

    • Categoria API CJ-4 ou superior

    • Categoria ACEA E6

    • Categoria JASO DH-2

    Important: Utilizar leo de motor que no seja API CJ-4 ou superior, ACEA E6 ou JASO DH-2 pode fazer com que o filtro de partculas de gasleo fique entupido ou danifique o motor.

    Utilize o seguinte grau de viscosidade do leo de motor:

    • leo preferido: SAE 15W-40 (acima de 0°F)

    • leo alternativo: SAE10W-30 ou 5W-30 (todas as temperaturas)

    O leo Toro Premium Engine encontra-se disponvel no seu distribuidor autorizado Toro no grau de viscosidade 15W-40 ou 10W-30. Consulte o catlogo das peas para saber quais so os nmeros das peas.

    Close section

    Verificao do nvel de leo do motor

    Important: Verifique o nvel de leo do motor diariamente. Se o nvel de leo do motor estiver acima da marca Cheio na vareta, o leo do motor pode diluir-se com o combustvel;Se o nvel de leo do motor estiver acima da marca Cheio na vareta, mude o leo do motor.

    A melhor altura para verificar o nvel de leo do motor ser quando o motor estiver frio antes do dia de trabalho comear. Se j tiver funcionado, espere 10minutos at o leo voltar para o reservatrio e verifique depois. Se o nvel de leo estiver exatamente na marca ou abaixo da marca Adicionar na vareta, adicione leo at o nvel atingir a marca Cheio. No encha muito o motor com leo.

    Important: Mantenha o nvel de leo do motor entre os limites superior e inferior no medidor do leo; o motor pode falhar se trabalhar com demasiado ou com pouco leo.

    1. Coloque a mquina numa superfcie plana e destranque os trincos da cobertura do motor.

    2. Abra a cobertura do motor.

    3. Retire a vareta, limpe-a, coloque-a no tubo e volte a retir-la em seguida. O nvel de leo deve estar entre marca CHEIO e a marca ADICIONAR (Figure 74).

      g021901
    4. Se o nvel de leo estiver baixo, retire o tampo de enchimento e adicione leo at que fique entre a marca CHEIO e a marca ADICIONAR (Figure 74).

      Note: No encha demasiado.

    5. Volte a montar a tampa e a vareta.

    6. Feche a cobertura do motor e fixe-a com os trincos.

    Close section

    Capacidade de leo no crter

    5,2 l com o filtro

    Close section

    Substituio do leo e filtro do motor

    1. Retire o tampo de escoamento e deixe o leo escorrer para um recipiente adequado (Figure 75).

      g021890
    2. Quando o leo for drenado, volte a montar o tampo de escoamento.

    3. Retire o filtro do leo (Figure 75).

    4. Aplique uma leve camada de leo limpo no vedante do filtro novo antes de o montar.

      Important: No aperte demasiado.

    5. Junte leo ao crter; consulte Verificao do nvel de leo do motor.

    Close section
    Close section

    Assistncia ao catalisador de oxidao diesel (DOC) e filtro de fuligem

    • Se surgir a mensagem de no InfoCenter, o DPF est perto do ponto recomendado de manuteno do catalisador de oxidao diesel e do filtro de fuligem.

      g213865
    • Se as falhas do motor , ou (verificar motor spn 3251 fmi 0, verificar motor spn 3720 fmi 0 ou verificar motor spn 3720 fmi 16) surgirem no InfoCenter (Figure 77), limpe o filtro de fuligem seguindo estes passos:

      g214715g213864g213863
      1. Consulte a seco Motor no Manual de manuteno para obter mais informaes sobre desmontagem e montagem do catalisador de oxidao diesel e do filtro de fuligem do DPF.

      2. Consulte o Distribuidor autorizado Toro para mais informaes sobre o catalisador de oxidao diesel e peas de substituio ou manuteno do filtro de fuligem.

      3. Contacte o Distribuidor autorizado Toro para repor a ECU do motor depois de instalar um DPF limpo.

    Close section
    Close section

    Manutenção do sistema de combustível

    Perigo

    Em determinadas condies, o gasleo e respetivos gases podem tornar-se altamente inflamveis e explosivos. Um incndio ou exploso provocada por combustvel pode resultar em queimaduras e danos materiais.

    • Utilize sempre um funil e encha o depsito de combustvel no exterior, numa zona aberta, quando o motor se encontrar desligado e frio. Limpe todo o combustvel derramado.

    • No encha completamente o depsito de combustvel. Adicione combustvel ao depsito de combustvel, at que o nvel se encontre entre 6 e 13mm abaixo da extremidade inferior do tubo de enchimento. Este espao no depsito permite a expanso do combustvel.

    • No fume quando se encontrar prximo de combustvel e mantenha-se afastado de todas as fontes de chama ou fascas que possam inflamar os vapores existentes nesse meio.

    • Guarde o combustvel num recipiente limpo e seguro e mantenha-o sempre bem fechado.

    Manuteno do separador de gua

    1. Coloque um recipiente limpo debaixo do filtro de combustvel.

    2. Desenrosque o tampo de drenagem na parte inferior do recipiente do filtro e abra a ventilao da parte superior da montagem do recipiente.

      g007367
    3. Limpe a zona de montagem do recipiente do filtro.

    4. Retire o recipiente do filtro e limpe a superfcie de montagem.

    5. Lubrifique a junta vedante do filtro com leo limpo.

    6. Monte o recipiente do filtro manualmente at que a junta entre em contacto com a superfcie de montagem, rodando em seguida esse recipiente mais 1/2 volta.

    7. Aperte o tampo de drenagem na parte inferior do recipiente do filtro e feche a ventilao da parte superior da montagem do recipiente.

    Close section

    Manuteno do filtro de combustvel do motor

    1. Limpe a zona em torno da cabea do filtro de combustvel (Figure 79).

      g021576
    2. Retire o filtro e limpe a superfcie de montagem da cabea do filtro (Figure 79).

    3. Lubrifique a junta do filtro com leo de motor lubrificante limpo. Consulte o Manual do utilizador do motor, includo com a mquina, para obter informaes adicionais.

    4. Monte o recipiente seco do filtro, manualmente, at que a junta entre em contacto com a cabea do filtro, rodando em seguida o filtro mais volta.

    5. Ligue o motor e verifique se h fugas de combustvel em redor da cabea do filtro.

    Close section

    Verificao das tubagens de combustvel e ligaes

    Verifique as tubagens de combustvel e as ligaes quanto a sinais de deteriorao, danos ou ligaes soltas.

    Close section

    Filtro do tubo de recolha de combustvel

    O tubo de recolha de combustvel, localizado no interior do depsito de combustvel, est equipado com um filtro para evitar que entre sujidade no sistema de combustvel. Retire o tubo de recolha de combustvel e limpe o filtro conforme necessrio.

    Close section
    Close section

    Manutenção do sistema eléctrico

    Important: Antes de efetuar qualquer soldagem na mquina, desligue ambos os cabos da bateria, os fios do mdulo de controlo eletrnico e o conector do terminal do alternador de modo a evitar danos no sistema eltrico.

    Manuteno da bateria

    Aviso

    Os polos, terminais e restantes acessrios da bateria contm chumbo e derivados de chumbo. do conhecimento do Estado da Califrnia que estes produtos qumicos podem provocar cancro e problemas reprodutivos. Lave as mos aps o manuseamento.

    Perigo

    O eletrlito da bateria contm cido sulfrico, uma substncia extremamente venenosa que pode provocar queimaduras graves.

    • No beba eletrlito e evite qualquer contacto com a pele, olhos e vesturio. Utilize culos de proteo para proteger os olhos e luvas de borracha para proteger as mos.

    • Ateste a bateria apenas em locais onde exista gua limpa para lavar as mos.

    Aviso

    O carregamento da bateria gera gases que podem provocar exploses.

    Nunca fume perto da bateria e mantenha-a afastada de fascas e chamas.

    Mantenha os terminais e toda a caixa da bateria em perfeitas condies de limpeza j que uma bateria suja descarrega mais rapidamente. Para limpar a bateria, dever lavar toda a caixa com uma soluo de bicarbonato de sdio e gua. Enxague com gua limpa.

    Close section

    Fusveis

    Existem 8 fusveis no sistema eltrico. O bloco de fusveis encontra-se por trs do painel de acesso do brao de controlo (Figure 80).

    g021219
    decal117-0169
    Close section
    Close section

    Manutenção do sistema de transmissão

    Ajuste da posio neutra da transmisso de trao

    A mquina no pode deslizar quando soltar o pedal de trao. Se isso acontecer, ajuste o seguinte:

    1. Coloque a mquina numa superfcie plana, desligue o motor e baixe as unidades de corte at ao cho.

    2. Levante a frente da mquina at que os pneus frontais levantem do cho. Utilize apoios de forma a evitar qualquer queda acidental.

      Note: Nos modelos de trao s 4 rodas, tambm deve levantar os pneus traseiros.

    3. No lado direito do hidrostato, solte a porca de bloqueio no excntrico de ajuste da trao (Figure 82).

      g004147

      Aviso

      O motor tem de estar a funcionar para que se possa efetuar um ajuste final no excntrico de trao. Estas situaes podero provocar acidentes pessoais.

      Mantenha as mos, ps, cara e outras partes do corpo afastadas da panela do escape, de outras partes quentes do motor e de componentes em rotao.

    4. Ponha o motor a trabalhar e rode o sextavado do excntrico em qualquer direo at que a roda deixe de rodar.

    5. Aperte a porca de bloqueio para manter o ajuste.

    6. Desligue o motor, retire os apoios e baixe a mquina at ao cho.

    7. Teste a mquina para ter a certeza de que no desliza.

    Close section

    Ajuste do alinhamento das rodas traseiras

    1. Rode o volante para posicionar as rodas traseiras a direito.

    2. Desaperte a porca de bloqueio em cada extremidade da barra de direo (Figure 83).

      Note: A extremidade da barra de direo com a ranhura externa uma rosca esquerda.

      g004136
    3. Utilizando uma ranhura de chave, rode a barra de direo

    4. Mea a distncia na dianteira e traseira dos pneus traseiros altura do eixo.

      Note: A distncia nas rodas dianteiras e traseiras deve ser inferior a 6mm da distncia medida na traseira das rodas.

    5. Repita este procedimento, se for necessrio.

    Close section
    Close section

    Manutenção do sistema de arrefecimento

    Retirar os detritos do sistema de arrefecimento

    1. Desligue o motor e retire a chave da ignio.

    2. Limpe cuidadosamente todos os detritos da rea do motor.

    3. Desprenda a braadeira e articule para abrir o painel traseiro (Figure 84).

      g004138
    4. Limpe bem ambos os lados do radiador com ar comprimido (Figure 85).

      g021880
    5. Feche o painel e prenda o trinco.

    Close section
    Close section

    Manutenção dos travões

    Ajuste do travo de estacionamento

    Ajuste os traves se o pedal do travo apresentar uma folga superior a 2,5cm ou quando os traves no funcionarem de forma eficaz (Figure 86). Folga a distncia percorrida pelo pedal antes de se verificar qualquer resistncia ao movimento.

    g026816

    Note: Utilize a folga do motor da roda para mover os tambores para a frente e para trs para assegurar que estes esto livres antes e depois do ajuste.

    1. Para reduzir a folga dos pedais dos traves, aperte os traves desapertando a porca dianteira que se encontra na extremidade roscada do cabo dos traves (Figure 87).

      g011616
    2. Aperte a porca traseira para deslocar o cabo para trs at que os pedais dos traves apresentem uma folga de 0,63 a 1,27cm antes de alcanar o bloqueio (Figure 86).

    3. Aperte as porcas dianteiras, certificando-se de que ambos os cabos atuam ao mesmo tempo sobre os traves.

      Note: Certifique-se de que a conduta de cabos no roda durante o procedimento de aperto das porcas.

    Close section

    Ajuste do bloqueio do travo de estacionamento

    Se o travo de estacionamento no engatar nem bloquear, ajuste a lingueta do travo.

    1. Solte os 2 parafusos que prendem a lingueta do travo de estacionamento estrutura (Figure 88).

      g011617
    2. Carregue no pedal do travo para a frente at o detentor do estacionamento engatar completamente na lingueta do travo (Figure 88).

    3. Aperte os 2 parafusos para bloquear o ajuste.

    4. Prima o pedal do travo para libertar o travo de estacionamento.

    5. Verifique o ajuste e ajuste se for necessrio.

    Close section
    Close section

    Manutenção das correias

    Manuteno da correia do alternador

    Note: Para uma tenso da correia adequada, dever permitir um desvio de 10mm quando for aplicada uma fora de 44N numa zona intermdia da correia entre as duas polias.

    1. Se a deslocao obtida no for igual a 10mm, deve desapertar os parafusos de montagem do alternador (Figure 89).

      g020537
    2. Aumente ou diminua a tenso da correia do alternador e aperte os parafusos.

    3. Verifique uma vez mais a deslocao da correia para se certificar de que a tenso est correta.

    Close section
    Close section

    Manutenção do sistema hidráulico

    Substituio do fluido hidrulico

    Se o fluido tiver sido contaminado, dever entrar em contacto com o seu distribuidor Toro para efetuar uma lavagem do sistema. O fluido contaminado tem uma aparncia leitosa ou negra quando comparado com leo limpo.

    1. Pare o motor e levante o capot.

    2. Coloque um recipiente de escoamento grande debaixo da unio presa parte de baixo do reservatrio do fluido hidrulico (Figure 90).

      g004139
    3. Desligue a tubagem da parte de baixo da unio e deixe o fluido hidrulico escorrer para o recipiente.

    4. Instale o tubo quando o fluido hidrulico parar de escorrer.

    5. Encha o reservatrio com aproximadamente 30 litros de fluido hidrulico; consulte Verificar o fluido hidrulico.

      Important: Utilize apenas os fluidos hidrulicos especificados. Outros fluidos podem danificar o sistema.

    6. Em seguida, volte a montar a tampa do reservatrio.

    7. Ligue o motor e utilize todos os comandos hidrulicos, de modo a distribuir o fluido hidrulico por todo o sistema. Adicionalmente, verifique se existem fugas.

    8. Desligue o motor.

    9. Verifique o nvel de fluido hidrulico e adicione fluido suficiente para elevar o nvel at marca FULL na vareta.

      Important: No encha demasiado.

    Close section

    Substituir os filtros hidrulicos

    O sistema hidrulico encontra-se equipado com um indicador do intervalo de assistncia (Figure 91). Com o motor a funcionar na temperatura de operao, consulte o indicador; deve estar na zona verde. Quando o indicador estiver na zona vermelha, deve substituir os filtros hidrulicos.

    g004132

    Important: A utilizao de outros filtros poder anular a garantia de alguns componentes.

    1. Coloque a mquina numa superfcie nivelada, baixe as unidades de corte, desligue o motor, engate o travo de estacionamento e retire a chave da ignio.

    2. Limpe a rea volta da rea de montagem do filtro e coloque um recipiente de drenagem por baixo do filtro (Figure 92) e (Figure 93).

      g021271
      g004150
    3. Retire o filtro.

    4. Lubrifique o vedante do filtro novo com leo hidrulico.

    5. Certifique-se de que a zona de montagem do filtro se encontra limpa.

    6. Monte o filtro manualmente at que a junta entre em contacto com a superfcie de montagem, rodando em seguida o filtro mais 1/2volta.

    7. Repita o procedimento para o outro filtro.

    8. Ligue o motor e deixe funcionar a mquina durante dois minutos para eliminar o ar do sistema.

    9. Desligue o motor e verifique se existem fugas.

    Close section

    Verificao das tubagens e mangueiras hidrulicas

    Verifique as tubagens e as unies hidrulicas, prestando especial ateno a fugas, tubagens dobradas, suportes soltos, desgaste, juntas soltas e danos provocados pelas condies atmosfricas ou por agentes qumicos. Efetue todas as reparaes necessrias antes de utilizar a mquina.

    Aviso

    O fluido hidrulico que sai sob presso pode penetrar na pele e causar ferimentos.

    • Certifique-se de que todas as tubagens e mangueiras do fluido hidrulico se encontram bem apertadas e em bom estado de conservao antes de colocar o sistema sob presso.

    • Mantenha o corpo e mos afastados de fugas de pequenos furos ou bicos que projetem fluido hidrulico sob alta presso.

    • Utilize um pedao de carto ou papel para detetar fugas do fluido hidrulico.

    • Alivie com segurana toda a presso do sistema hidrulico antes de executar qualquer trabalho neste sistema.

    • Em caso de penetrao do fluido na pele, consulte imediatamente um mdico.

    Close section

    Portas de teste do sistema hidrulico

    Utilize as portas de teste do sistema hidrulico para testar a presso nos circuitos hidrulicos. Para obter assistncia, contacte o seu distribuidor Toro.

    Utilize as portas de teste nos tubos hidrulicos dianteiros para dar assistncia na resoluo de problemas do circuito de trao (Figure 94).

    g031993

    Utilize as portas de teste no bloco do coletor de corte para dar assistncia na resoluo de problemas do circuito de corte (Figure 95).

    g021221

    Utilize a porta de teste no bloco do coletor de elevao para dar assistncia na resoluo de problemas do circuito de elevao (Figure 96).

    g003983
    Close section
    Close section

    retificao das unidades de corte

    Aviso

    Tocar nos cilindros ou noutras peas em movimento pode provocar leses graves.

    • Mantenha os dedos, mos e roupa afastados dos cilindros e de todas as outras peas em movimento.

    • Nunca tente rodar os cilindros com a mo ou com o p enquanto o motor est em funcionamento.

    Note: durante a retificao, todas as unidades dianteiras funcionam em conjunto; as unidades traseiras tambm funcionam em conjunto.

    1. Coloque a mquina numa superfcie plana, baixe as unidades de corte, desligue o motor, engate o travo de estacionamento e coloque o interruptor de ativao/desativao na posio de DESATIVAO.

    2. Desbloqueie e levante o banco para expor as alavancas de retificao (Figure 97).

    3. Faa os ajustes iniciais do cilindro lmina de corte, adequados retificao em todas as unidades de corte que quer retificar; consulte o Manual do utilizador das unidades de corte.

    4. Ligue o motor e faa-o funcionar ao ralenti lento.

      Perigo

      Mudar a velocidade do motor ao retificar pode fazer com que os cilindros vo abaixo.

      • Nunca mude a velocidade do motor durante a retificao.

      • Faa a retificao apenas com o motor ao ralenti.

    5. Selecione as alavancas de retificao dianteiras, traseiras ou ambas para determinar quais as unidades a retificar (Figure 97).

      Perigo

      Para evitar ferimentos pessoais certifique-se de que est afastado das unidades de corte antes de continuar.

    6. Com a alavanca de corte/transporte na posio de CORTE, desloque o interruptor de ativao/desativao para a posio de ATIVAR. Desloque para a frente a alavanca de controlo de elevao/descida das unidades de corte, para iniciar a retificao nos respetivos cilindros.

    7. Aplique o produto de retificao com uma escova de cabo comprido.

      Important: Nunca utilize uma escova de cabo curto.

    8. Se os cilindros forem abaixo ou ficarem errticos ao retificar, selecione um valor de velocidade maior do cilindro at que a velocidade estabilize e, em seguida, volte a colocar a velocidade do cilindro para o valor ou para a sua velocidade desejada.

    9. Ajuste as unidades de corte durante a retificao, desative os cilindros, deslocando a alavanca de controlo de subida/descida das unidades de corte para trs; coloque o interruptor de ativao/desativao na posio de DESATIVAO (DISABLE) e desligue o motor.

      Depois de concluir os ajustes, repita os passos 4 a 8.

      g021209
    10. Repita este procedimento para todas as unidades de corte a retificar.

    11. Quando concluir, volte a colocar as alavancas de retificao na posio de CORTE, baixe o banco e lave todo o produto de retificao das unidades de corte.

      Note: Ajuste o cilindro da unidade de corte s lminas, conforme necessrio. Ajuste a velocidade do cilindro da unidade de corte para a definio desejada.

      Important: Se o interruptor de retificao no voltar posio DESLIGAR aps a retificao, as unidades de corte no se elevam ou deixam de funcionar devidamente.

      Note: Para um melhor fio de corte, passe uma lima na frente da lmina de corte depois de concluda a retificao. Assim, reduz imperfeies ou arestas que se possam ter formado no fio de corte.

    Close section
    Close section

    Armazenamento

    Preparao da unidade de trao

    1. Limpe bem a unidade de trao, unidades de corte e motor.

    2. Verifique a presso dos pneus. Encha todos os pneus de trao com 0,83 a 1,03bar.

    3. Verifique todos os dispositivos de fixao para ver se esto soltos e aperte-os conforme necessrio.

    4. Lubrifique todos os bocais de lubrificao e pontos de articulao. Limpe a massa lubrificante em excesso.

    5. Lixe e retoque todas as zonas riscadas, estaladas ou enferrujadas. Efetue a reparao de todas as mossas existentes no corpo metlico.

    6. Efetue a manuteno da bateria e dos cabos da seguinte forma:

      1. Retire os terminais dos bornes da bateria.

      2. Limpe a bateria, terminais e bornes com uma escova de arame e uma soluo de bicarbonato de sdio.

      3. Cubra os terminais do cabo e os polos da bateria com lubrificante Grafo 112X (pea Toro n 505-47) ou vaselina para evitar qualquer corroso.

      4. Carregue a bateria lentamente durante 24 horas, de 2 em 2 meses, para evitar a sulfatizao do chumbo da bateria.

    Close section

    Preparao do motor

    1. Drene o leo do motor do recipiente e coloque o tampo de escoamento.

    2. Retire o filtro do leo. Coloque um novo filtro de leo.

    3. Encha o crter do leo com a quantidade designada de leo do motor.

    4. Ligue o motor e faa-o funcionar a uma velocidade de ralenti durante cerca de 2 minutos.

    5. Desligue o motor.

    6. Lave o depsito de combustvel com gasleo novo e limpo.

    7. Verifique a proteo anticongelante e adicione uma soluo de gua e anticongelante adequada temperatura mnima prevista para a zona.

    8. Aperte todas as unies do sistema de combustvel.

    9. Limpe e efetue a manuteno da estrutura do filtro de ar.

    10. Vede a entrada do filtro de ar e a sada de gases com fita impermevel.

    11. Verifique a proteo anticongelante e adicione conforme necessrio para a temperatura mnima prevista para a zona.

    Close section
    Close section